Mostrando postagens com marcador Ciência e Tecnologia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ciência e Tecnologia. Mostrar todas as postagens

23/02/2021

Agência Brasil explica: como agir após ter dados pessoais vazados

Cliente deve buscar empresas e entrar na Justiça se não tiver resposta


Os recentes vazamentos em massa de dados de consumidores em todo o país acenderam o alerta. De posse do nome completo, do endereço e do Cadastro de Pessoa Física (CPF), criminosos podem fazer estragos na vida do cidadão comum. Com linhas de crédito e dívidas contraídas indevidamente, pessoas físicas terminam com o nome negativado sem terem feito nada.

Para a vítima, resta o constrangimento e o trabalho de limpar o nome. Isso sem contar as dezenas de ligações diárias de cobradores em outras cidades. A tarefa envolve paciência e, algumas vezes, pode acabar nos tribunais.

Na maioria dos casos, a pessoa lesada pode resolver o problema nas próprias empresas. Primeiramente, o contribuinte deve pedir um extrato detalhado ao órgão de proteção em que está negativado, para comprovar a origem da dívida. Depois disso, é preciso entrar em contato com a empresa responsável pela negativação, por meio do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), ou escrever uma carta de próprio punho afirmando desconhecer o débito.

Em todos os contatos, é importante que o cliente peça o número do protocolo na empresa responsável e tire cópia da contestação escrita a mão. O cidadão também deve pedir que a empresa emita algum documento que comprove o recebimento da carta, com data, assinatura e carimbo.

Quando o cliente descobre a negativação ao fazer uma compra no comércio local, deve falar com o gerente do estabelecimento, explicando a situação. É recomendado pedir uma declaração formal do gerente que possa ser usada como prova.
Justiça

O problema aprofunda-se quando a empresa se recusa a limpar o nome do consumidor. Nesse caso, a saída costuma ser a Justiça. O consumidor deve juntar a documentação obtida – número de protocolo, carta de próprio punho e declaração do gerente – e entrar com pedido de retirada do nome do cadastro de devedores. A vítima também pode pedir indenização por danos morais.

A retirada do nome dos órgãos de proteção ao crédito pode ser feita por meio de liminar, que tem tramitação rápida e dispensa a espera para o processo acabar. Munido de toda a documentação, o cliente pode marcar atendimento nos próprios órgãos de proteção e contestar o lançamento no cadastro de devedores sem pedido de liminar, mas a análise do caso é individual.
Prevenção

A melhor saída para evitar transtornos ainda é a prevenção, com o cliente desconfiando de qualquer mensagem, ligação e forma de contato recebida. Em relação a e-mails, o consumidor deve identificar a procedência do endereço da mensagem e evitar clicar em links e instalar qualquer programa. No caso de ligações telefônicas que peçam dados sensíveis, o cliente deve pedir a identificação do atendente e o número do protocolo. O ideal é desligar a chamada e ligar de volta, tentando retomar o atendimento com base no número do protocolo.

Uma das principais fontes de golpes, o whatsapp deve ter a identificação em duas etapas ativada. Por meio desse recurso, o usuário criará uma senha de seis algarismos que deverá ser digitada periodicamente ao ler as mensagens. O código inibe clonagens e aumenta a segurança do aplicativo. Em relação a cartões de crédito, é recomendado usar cartões virtuais em compras online. Além de poderem ser facilmente excluídos, os cartões virtuais não estão em outros vazamentos de dados.

No caso de sites do governo, como o Portal de Serviços Públicos do Governo Federal (gov.br) o Meu INSS e o auxílio emergencial, é recomendado trocar as senhas após o vazamento em massa.

Fonte:  Agência Brasil

17/02/2021

Prefeitura de Parnaíba trabalha diuturnamente para amenizar prejuízos causados pelas fortes chuvas



A Prefeitura de Parnaíba, através dos Serviços Urbanos, Defesa Civil, Empa, Serviço Social e Vigilância Sanitária trabalha incansavelmente para amenizar os prejuízos para as famílias residentes no entorno do “Piscinão”, devido as fortes chuvas que assolaram o Munícipio nesta terça-feira (16).

As equipes da Prefeitura de Parnaíba passaram o dia realizando visitas a todas as famílias atingidas e constataram não haver moradores alagados ou desabrigados.

Todas as equipes da Prefeitura estarão 24 horas de plantão nos Bairros atingidos pelas fortes chuvas, monitorando a situação e prontas para amenizar os incômodos aos moradores, inclusive com equipes fixas de engenheiros, técnicos, assistentes sociais, equipes da área da saúde e pessoal de apoio.

Telefone de plantão: (86)99432-8395

Atenciosamente
Engenheira Maria das Graças Nunes
Secretária de Infraestrutura, Serviços Urbanos e Defesa Civil do Munícipio.

12/02/2021

criança de 8 anos fica ferida em acidente envolvendo caminhão e carro de passeio

(Foto: Divulgação/PRF)

Aconteceu às 16h30 desta quinta-feira (11/02) um acidente envolvendo um veículo de carga e um carro de passeio, na BR 316, em Teresina. Uma criança de 8 anos ficou ferida durante o ocorrido. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Piauí, o condutor do veículo de passeio teria freado bruscamente, o que ocasionou a colisão.

O veículo de carga era conduzido por um homem de 42 anos que saiu ileso do acidente. Já o veículo de passeio era conduzido por um homem de 44 anos que tinha como passageira uma mulher de 47 anos e uma criança do sexo masculino de 8 anos, que sofreu lesões leves.

Os agentes da PRF estiveram no local do acidente e verificaram, através de testemunhas e declaração do condutor, que o veículo de passeio, por motivo ainda desconhecido, freou bruscamente; e o veículo de carga, que vinha logo atrás colidiu na traseira. O veículo de passeio, após a colisão, desceu o desnível da pista principal e caiu na mureta da pista auxiliar.

O trânsito ficou impedido em uma das faixas da pista principal, porém logo foi desobstruído pelos policiais. O condutor da carreta foi submetido ao teste de alcoolemia resultando em negativo para a ingestão de álcool, o condutor do veículo de passeio não foi testado. A criança ferida foi socorrida pelo SAMU juntamente com os pais para o HUT.

Fonte: Portal OitoMeia

05/02/2021

Senado aprova MP que evita aumento de tarifas de energia

Medida será voltada para as regiões Norte e Nordeste

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

O Senado aprovou hoje (4) a Medida Provisória (MP) 998/2020, chamada de MP do Setor Elétrico. O texto destina recursos à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) para redução da tarifa de energia elétrica aos consumidores até 31 de dezembro de 2025. Ela havia saído da Câmara em meados de dezembro, às vésperas o início do recesso parlamentar, com alterações e agora segue para sanção presidencial.

A CDE é um fundo do setor elétrico que custeia políticas públicas e programas de subsídio, como o Luz para Todos e o desconto na tarifa para irrigação. Os recursos que vão para a CDE são originalmente destinados à aplicação em pesquisa, investimento e inovação.

A medida destina recursos da Reserva Global de Reversão (RGR) e da CDE para atenuar aumentos tarifários para os consumidores das distribuidoras da Eletrobras recém-privatizadas: Amazonas Distribuidora de Energia S.A., Boa Vista Energia S.A, Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), Companhia Energética de Alagoas (Ceal), Companhia Energética do Piauí (Cepisa), Centrais Elétricas de Rondônia S.A (Ceron) e Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre).

A Câmara alterou regras para permitir não apenas a contratação de energia pelas distribuidoras, mas também a contratação de potência, que é a energia para as horas de maior consumo. A partir de agora também está permitida a devolução da energia comprada pelas distribuidoras e não utilizada. A Câmara ainda incluiu dispositivos para estimular a competição nos leilões de geração de energia e incluiu mais setores como beneficiados por investimentos em eficiência energética, restritos inicialmente à indústria.

A matéria não era um consenso no Senado. Senadores de oposição contestaram alguns dispositivos da matéria. O líder do PT na Casa, Jean Paul Prates (PT-RN), criticou a retirada de verba da ciência e tecnologia para prestar essa ajuda. O senador também apontou incoerência de concessionárias de energia ao buscarem ajuda financeira do Estado.

“Já houve socorro, MP 950, R$ 16 bilhões liberados de empréstimo para o setor elétrico. Várias dessas empresas foram privatizadas. O que me incomoda não é o Estado ajudar essas empresas. O que me incomoda é que pessoas que são ajudadas depois saem bradando a favor do Estado mínimo". afirmou Jean Paul.

O relator da MP no Senado, Marcos Rogério (DEM-RO), defendeu o disposto na medida e votou favoravelmente ao texto. “As privatizações das distribuidoras da Eletrobras envolveram o reconhecimento de alguns custos por parte da Aneel e do Ministério de Minas e Energia e a postergação do pagamento de outros pelos consumidores”, afirmou em seu texto. Para ele, a MP acerta em usar RGR para reduzir a Base de Remuneração Regulatória das empresas que, segundo ele, aumentou “consideravelmente” após a privatização.

Segundo Marcos Rogério, a MP protegeu o consumidor ao dar isenção de pagamento de empréstimos às empresas. “Sem essas medidas, os consumidores dessas empresas seriam punidos pela demora do Estado em dar uma solução definitiva para as concessões das quais as distribuidoras da Eletrobras eram titulares”.

Como a MP estava prestes a perder a validade, o que ocorreria no próximo dia 9 de fevereiro, senadores decidiram retirar emendas e destaques. Apenas um destaque, do PT, foi votado e rejeitado. O motivo da aprovação sem alterações se deu, principalmente, pelo tempo curto disponível. Não haveria tempo hábil para uma nova alteração voltar à Câmara e ser votada lá. Para não prejudicar os pontos considerados mais importantes, o texto foi aprovado como chegou ao Senado.

Fonte: Agência Brasil

25/01/2021

Detran implementa CRV eletrônico no Piauí; confira detalhes


Agora o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) e o Certificado de Registro de Veículo (CRV), comumente conhecido como DUT, desvinculam-se do documento em papel-moeda e se transformam em CRV Eletrônico (CRV-e), e na Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo Eletrônica (ATPV-e), conforme a resolução nº 809 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que aprovou a digitalização desses documentos neste ano de 2021.

A medida valerá para veículos registrados a partir do dia 4 de janeiro de 2021, ou seja, os documentos expedidos antes disso, impressos em papel-moeda verde, continuarão valendo.

“O objetivo do Contran e dos Detrans é modernizar e simplificar ainda mais os nossos serviços, bem como facilitar a vida do condutor para que não enfrente mais filas e burocracias dentro do órgão, queremos que essa mudança no CRV possa trazer mais melhorias”, explica o diretor-geral do Detran-PI, Garcias Guedes.

Situações em que se deve registrar o veículo e emitir o CRV-e,:
– compra de veículo zero km;
– compra/venda de veículo usado;
– mudança de município de domicílio ou residência do proprietário;
– mudança de categoria ou alteração na característica do veículo;

Na prática, as mudanças não trarão impactos para quem já possui o documento de registro (CRV físico) e a Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV) em papel-moeda, ou seja, continuará tudo igual como era antes para os veículos registrados antes de 2021.

Transferência de propriedade
Quando esse proprietário for vender o veículo, segue o mesmo procedimento atual: preenche o verso do documento com os dados do comprador, reconhece firma no cartório e, por fim, o comprador vai ao Detran para efetivar a transferência.

Para os veículos registrados a partir do dia 4 de janeiro de 2021, o procedimento muda um pouco. O Detran-PI expedirá somente o CRLV-e, em formato digital, por meio do nosso site oficial.

A ATPV-e, que antes vinha em branco, no verso do CRV (Antigo DUT), a partir de agora será expedida somente quando o proprietário for vender o veículo por meio do site oficial do Detran-PI (www.detran.pi.gov.br), no botão “Cadastrar Intenção de Venda”.

Então, o Detran disponibiliza a ATPV-e para que o vendedor e comprador preencham os dados corretamente de venda, com o QR Code de segurança. A partir daí, o procedimento é o mesmo de antes: reconhecimento de firma no cartório e efetivação da transferência no Detran-PI.

Fonte: Ascom Detran

10/01/2021

Adeus WhatsApp: 8 mensageiros para não compartilhar seus dados com o Facebook


Recentemente, os usuários começaram a ser avisados sobre os novos termos e mudanças nas políticas de privacidade no WhatsApp. O que mais chamou atenção nas alterações, que devem entrar em vigor em 8 de fevereiro, é a ideia do compartilhamento de informações com o Facebook. 

Aceitar os termos é obrigatório — isso se o usuário ainda quiser usar o mensageiro. Caso isso não aconteça, a empresa afirma que, após a data estipulada, a conta dos usuários será suspensa, e só retornará ao clicar em concordar com as alterações. 

No entanto, essa obrigatoriedade e a ideia de ter as informações compartilhadas com outra plataforma – mesmo que, como destaca a empresa, apenas em funções como o carrinho de compras em bate-papos com lojas – pode assustar algumas pessoas.

Para ajudar com isso, separamos alguns aplicativos de conversa para quem não deseja compartilhar seus dados com o Facebook – ou simplesmente não queiram aceitar os novos termos. Confira!

Alternativas ao WhatsApp

Signal 

Signal oferece sistema que protege as mensagens dos usuários. Foto: Divulgação

Atualmente, o Signal é considerado um dos mensageiros mais seguros disponíveis. Isso porque, com a ajuda de um sistema próprio, o app é capaz de comprovar a identidade dos participantes da conversa. Por meio de uma ferramenta que gera um código único – que deve ser enviado por outro meio, como e-mail, por exemplo. Com isso, apenas o real destinatário da conversa pode acessar o conteúdo. 

Sendo uma opção gratuita, o Signal traz chamadas de voz/vídeo em HD, opções avançadas para a edição de imagens e até a possibilidade de personalizar os alertas para cada um de seus contatos. 

Quem precisa utilizá-lo no PC, também gostará de saber que o Signal tem versões para Windows, Mac e Linux, que podem ser baixadas por meio de seu site oficial
Wire 

Wire pode ser integrado com softwares corporativos. Foto: Divulgação

O Wire também tem como foco a privacidade de dados. O software oferece contas pessoais, recursos de mensagens criptografadas e segurança. Há também a opção de integrar o aplicativo a sistemas e serviços corporativos.

Librem Chat 

Librem permite criar uma conta apenas com o endereço de e-mail. Foto: Divulgação

Apesar de ser a opção com menos recursos disponíveis da lista – isso se compararmos com o Telegram, por exemplo -, o Librem Chat também é uma opção a ser considerada, já que também possui criptografia de ponta a ponta em suas conversas. 

Aqui, os usuários criam uma conta usando seu endereço de e-mail e, a partir disso, podem conversar por texto ou chamadas de vídeo e de voz. 

Telegram 

Telegram é uma das alternativas mais famosas disponíveis atualmente. Foto: Divulgação

O Telegram também é bastante popular entre os utilizadores de mensageiros. A principal novidade do app é a possibilidade de criação de canais para envio de conteúdo e outros recursos exclusivos. 

Para os adeptos de vários dispositivos, vale lembrar que o Telegram já possui um sistema de login em vários aparelhos. 

Threema 

Apesar de pago, o Threema promete alta segurança. Foto: Divulgação

O Threema, segundo a própria empresa, é um mensageiro especializado em privacidade e que não exige números de telefone para que uma conta seja verificada. Com isso, os usuários têm mais privacidade, principalmente em relação à identidade e dados demográficos. Os utilizadores podem criar um nome de usuário exclusivo, que contém oito dígitos, e pode ser compartilhado por QR Code. 

Wickr.Me 

App não armazena mensagens ou senhas dos usuários. Foto: Divulgação

O Wickr.Me oferece, assim como os anteriores, possibilidade de enviar mensagens pessoas e fazer chamadas de voz com foco em privacidade de dados. Os usuários também podem enviar mensagens que desparecem ou definir um limite para que toda a conversa desapareça. Além disso, o Wickr não armazena mensagens ou senhas no aplicativo. 

Viber 

Viber oferece sistema para conversa multiplataforma. Foto: Divulgação

O Viber é uma opção para quem gosta de participar de grandes grupos. Isso porque, há a possibilidade de criação de conversas com até 250 pessoas. Além disso, o app oferece uma funcionalidade bastante fácil e intuitiva para esconder conversas. 

Aqui, também está presente a opção multiplataforma. A empresa promete que os usuários podem participar de conversas mesmo que não estejam com seu telefone. Isso pode ser feito por outros aparelhos em que a conta estiver logada, como tablets e computadores. 

Kik 

Kik permite criar grupos usando apenas hashtags. Foto: Divulgação

O grande destaque do Kik é a possibilidade de criar uma conta sem a necessidade de informar um número de telefone. A ideia é dar mais segurança para que os usuários consigam conversar sem a necessidade de compartilhar seu número. Além disso, é possível criar grupos com até 50 pessoas usando apenas hashtags.

Fonte: Olha Digital 

02/12/2020

Vídeo: Luzilândia registra chuva de granizo na tarde desta terça



O município de Luzilândia, a 234 km ao Norte de Teresina, registrou chuva de granizo na tarde desta terça-feira (1). Moradores registraram o fenômeno que viralizou nas redes sociais. Segundo o professor de Climatologia da Universidade Estadual do Piauí, Werton Costa, só na tarde de hoje a precipitação chegou a 31,6 mm. No acumulado de todo o dia, a chuva no município registrou 64 mm.

"A precipitação de granizo no estado do Piauí, ela está sempre associada a um sistema de baixa pressão em altos níveis, ou seja, um sistema de baixa pressão no limite da troposfera, que é a camada mais alta da nossa atmosfera", explica o professor.

Segundo ele, dentro do sistema atmosférico de baixa pressão ocorre o Vcan (Vórtice Ciclônico de altos níveis), que provoca chuva nas cidades que estão em sua borda.

"É um fenômeno muito interessante. Foi o Vcan que manteve a chuva afastada de Teresina durante todos esses dias, porque ele gira no sentido horário e ele tem uma tendência a manter todas as cidades que estão dentro dele, com condição de tempo firme, e em todas as cidades que estão na borda, nos limites do Vcan, podem ocorrer trovoadas, temporais rápidos, pancadas, até com chuva de granizo", explica.

Ainda de acordo com o professor, os Vcans aceleram o processo de convecção, ou seja, o processo de formação na nuvem. 

"Como essas nuvens se formam muito rápido, elas crescem de forma muito rápida, elas têm uma tendência a congelar sua parte superior. São as nuvens Cumulonimbus ou nuvens de temporal. Essas nuvens são formadas da parte inferior, que é líquida, e a parte superior que é sólida, então a tendência e formação de granizo é muito comum quando a atuação de Vcans", finalizou.


Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

26/11/2020

Operadoras de médio porte ultrapassam Vivo e Claro em acessos

No acumulado de 2020, operadoras como Brisanet e Algar Telecom tiveram mais de 770 acessos até agosto, número é maior que o da Claro, Vivo e Oi 

Imagem: Pixabay

Que as operadoras de médio porte, como Brisanet Internet, Copel Telecom, Vero Internet e Algar, estão vivendo um boom em expansão territorial, todo mundo sabe, não é mesmo? Óbvio que esse avanço pelo interior do país e regiões mais afastadas iria impactar positivamente os números das operadoras no ano de 2020 que, não por acaso, as pessoas passaram muito mais tempo online do que nos anos anteriores. 

O aumento significativo dos acessos à internet via banda larga fixa pelas 14 operadoras mais competitivas do mercado foi sentida pela Agência Nacional de Telecomunicações e demonstrada por meio de gráficos pela empresa Teleco. Segundo os dados divulgados, em 2019, o número de operadoras que ultrapassavam a marca dos 100 mil acessos eram de apenas 12. O ranking não leva em consideração os acessos da Claro, Vivo e Oi. 

A líder é a mineira Algar Telecom, que só esse ano já somou 686 mil acessos, quase 100 mil a mais que a Brisanet, que somou 528 mil acessos até agosto. Aparecem também no gráfico da Teleco as operadoras Vero, Copel, Sumicity, Unifique e Desktop Internet, todas com mais de 100 mil acessos. De acordo com os dados, as 14 operadoras concentram 33,0% dos 12,8 milhões de acessos à internet banda larga fixa feitos em 2020. 

Os números revelam que algumas das operadoras estão se consolidando ainda mais no mercado e reflete também às várias compras de operadoras menores que foram feitas por elas, como é o casa da Sumicity, que recentemente comprou a Mob Telecom, e a Vero Internet, que adquiriu a INB Telecom e a MKA e, consequentemente, levou para si os acessos das menores. Existem exceções, entretanto, como a Copel Telecom, que apesar de ter tido 296 mil acessos em 2020, apresentou uma adição líquida negativa de - 11 mil - diretamente ligada ao seu processo de venda que ainda não foi finalizado. 

A Teleco apontou também que um dos principais motivos para esse crescimento exponencial das operadoras médias foi migração quase que completa para a fibra óptica, carro-chefe da maioria das operadoras médias, a fibra é hoje a principal tecnologia de conexão de internet banda larga fixa do país. As 14 operadoras possuem juntas 8,6 milhões dos acessos via fibra até agosto de 2020, o que representa quase o triplo dos números da Vivo Fibra (3 milhões) e sete vezes mais dos acessos da Oi Fibra (1,9 mil). 

Com a chegada do 5G no Brasil, cuja a implantação já está em andamento tendo Claro, Vivo, TIM e Oi como as pioneiras, tudo indica que a briga pela liderança no segmento pelas operadoras de médio porte também será forte, elas já lideram a banda larga fixa no Brasil, será que enfrentaram de igual para igual as grandes operadoras no 5G também? Vamos aguardar!

180 mil chips da Vivo e da Claro são comprados pelo governo para aulas online

Chips serão entregues à alunos da rede pública estadual para acesso às plataformas educacionais


Imagem: Ilustrativas/web

O governo do estado do Piauí anunciou na última segunda-feira, dia 23 de novembro, a compra de 180 chips de celular com acesso à internet que serão distribuídos para alunos da rede pública do estado. O governador, Wellington Dias (PT), explicou durante o anúncio que o objetivo da aquisição é “auxiliar os estudantes durante a pandemia, oferecendo conectividade gratuita para o término do ano letivo de 2020 e ajudar também em 2021”.

A iniciativa, que é da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), pretende oferecer conexão 4G por 6 meses, para que, dessa forma, os alunos tenham a possibilidade de assistir às aulas remotas que estão sendo ministradas em plataformas de Ensino à Distância, como o Canal Educação, Pré-ENEM Seduc e o app iSEDUC Aluno. A empreitada do governo visa auxiliar os alunos, já que muitos locais do Piauí não possuem diversidade de empresas na cobertura de internet banda larga e, portanto, a conexão não é tão rápida. Para medir a velocidade da internet contratada, o Melhor Escolha, comparador de planos de telecomunicações, tem a ferramenta speed test.

Para que essa conectividade seja possível, o governo estadual adquiriu os 180 mil chips, sendo 140 mil da operadora Claro e os outros 40 mil da Vivo. No acordo fechado entre operadoras e governo, a franquia mensal será de 20 Giga. De acordo com Ellen Gera, secretário de Educação, Claro e Vivo foram as escolhidas pois possuem as duas maiores coberturas do estado do Piauí. 

Na solenidade, ainda foi anunciada que a Embratel, um dos braços da Claro Fibra, ajudará a Secretaria de Educação a gerir os dados dos chips, definindo as regras de uso das linhas adquiridas pelo governo, como quais sites e aplicativos podem ser acessados, de forma que os cartões SIMs da Claro e da Vivo sejam utilizados apenas para fins educacionais. De acordo com o governo estadual, cerca de 86% dos alunos da rede estadual de educação estão tendo aulas de forma remota, desde o início da pandemia já foram disponibilizadas 9.300 aulas online para os 195.750 estudantes.

Plataforma do governo permite que consumidores renegociem dívidas

Acessando consumidor.gov.br, usuários podem renegociar dívidas de telefonia e internet de forma online 


Imagem: Pixabay 

Durante a 7ª Semana Nacional de Educação Financeira iniciada em 23 de novembro de 2020, o Governo Federal anunciou que consumidores que possuem dívidas com operadoras de telecomunicações poderão solicitar renegociação online através do portal Consumidor.gov.br. 

Segundo a Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor (Senacon), além de poder renegociar com empresas como Claro Fibra, Vivo, TIM Internet, Oi Fibra[1] , SKY e outras do setor de telecomunicações, os consumidores também poderão solicitar o serviço para dívidas de água, energia, transporte aéreo e comércio eletrônico, desde que as empresas estejam cadastradas na plataforma Consumidor.gov.br, de acordo com a secretaria, os pedidos podem ser feitos até o dia 29 de novembro de 2020. 

Para fazer a solicitação basta acessar o portal consumidor.gov.br e realizar o cadastro, em seguida deverá indicar a empresa e preencher a solicitação de renegociação ou parcelamento. Para que fique tudo certo, é preciso selecionar no campo “Problema” a opção “Renegociação/Parcelamento de Dívida” e descrever no campo “Descrição da Reclamação” os débitos que deseja renegociar. Depois disso, a operadora terá até 10 dias para entrar em contato. 

O diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, Pedro Aurélio da Silva, avalia que “a Senacon entende que, em virtude do coronavírus, esse tem sido um momento difícil para muitos brasileiros e a estratégia de renegociação de dívidas poderá se constituir como uma iniciativa muito importante para a redução do endividamento do consumidor brasileiro”. Fique atento pois, caso seja necessário, é possível anexar documentos, tirar dúvidas ou complementar a reclamação durante todo esse período. 

troquei pra fibra que velox está morrendo, entao nesse primeiro grande boost podemos forçar mais em oi fibra, seguido de oi internet

Anatel migra totalmente para portal único do Governo Federal

Quem digitar o endereço tradicional da agência será redirecionado automaticamente para o www.gov.br/anatel


Imagem do layout do site da Anatel

Cumprindo o decreto nº 9.756/2019, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) concluiu nesta segunda-feira, 23 de novembro de 2020, a migração completa do site para o novo ambiente virtual hospedado no portal único do Governo Federal, o gov.br. De acordo com a normativa, todos os órgãos e entidades da administração pública do Poder Executivo federal deveriam migrar totalmente seus conteúdos para o portal único e desativar os endereços eletrônicos antigos. 

Com a mudança, o Governo espera melhorar e facilitar a experiência do cidadão na hora de conhecer e utilizar os serviços oferecidos. No portal da Anatel, qualquer cidadão pode ter acesso à todas as informações sobre todas as operadoras de telecomunicações atuantes no Brasil, bem como também pode conhecer todos os seus direitos em relação aos serviços prestados pelas telecom e, acessando o portal do consumidor, pode fazer reclamações direto para a Anatel. 

Anualmente, a Anatel divulga diversos dados em relação à telecomunicação do país, como a qualidade dos serviços, perfil dos consumidores e muitas outras informações que ajudam a compreender todo o serviço de telecomunicações brasileiro. A Anatel foi a 1ª agência reguladora do Brasil, criada em 1997 no governo Fernando Henrique Cardoso e, no último dia 5 de novembro, completou 23 anos de existência com diversos desafios pela frente, como a implantação do 5G. 

Na página da Anatel no portal do Governo Federal é possível, entre outras coisas, acessar a Pesquisa de Satisfação e Qualidade Percebida, realizada anualmente pela agência. Através da pesquisa, a Anatel libera um ranking com as melhores operadoras de Internet Banda Larga, Telefonia Fixa e Móvel e TV por Assinatura. Por exemplo, nos resultados divulgados em março de 2020, o ranking da internet foi encabeçado pela Unifique, seguido da Copel Telecom, Brisanet, TIM Live, Algar Telecom, Claro NET, Vivo Internet, Oi Fibra, SKY Banda Larga e HughesNET. Os dados completos podem ser acessados através do painel do consumidor no site www.gov.br/anatel.

19/11/2020

Piauí tem alerta de chuva forte e ameaça de granizo até sábado (21)


O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu alerta indicando perigo com risco de chuva forte e ameaça de chuva granizo para algumas regiões até o próximo sábado (21). Segundo o climatologista Werton Costa uma frente fria de longa duração vinda do Oceano Atlântico Sul que está estacionada na região da Bahia, ocasionando umidade e chuvas.

“Esse sistema, que acaba por provocar uma queda de temperatura na região Sul, acaba projetando para o interior do Nordeste uma umidade que provoca precipitações e volumes chuvosos. É provável que ele continue atuando por mais dois dias, sobretudo em Teresina. Temos um alerta com possibilidade de chuvas mais intensas em alguns pontos do estado, inclusive de granizo”, alertou Werton.

Para os próximos dias também são esperados volumes moderados de precipitações em outras regiões do Piauí.

“A chuva deve ser moderada em alguns municípios da região do cerrado, algumas cidades do sertão estão finalizando o mês neste patamar e é esperado ter um resultado satisfatório para novembro considerando Teresina”, detalhou o docente.

Risco de vento forte, queda de energia e descargas elétricas

O Inmet emitiu alerta de perigo para quase todo o estado, com menor risco para o litoral piauiense. A previsão é de chuvas entre 30 mm a 100 mm (milímetros) com risco de ventos intensos entre (60-100 km/h). Há ainda risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Árvore caiu durante chuva e obstruiu parte na avenida Pedro Almeida, no Bairro São Cristóvão, em Teresina — Foto: Hélder Vilela/TV Clube

O Inmet traz algumas orientações para caso ocorram temporais com ventos fortes:
Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda);
Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia;
Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Chuva de granizo
O climatologista falou ainda sobre a chance da ocorrência da chuva de granizo e o período atípico em que ela tem ocorrido. A capital registrou a queda das pequenas pedras de gelo no dia 2 de novembro.

“Quando ela [a nuvem] tem uma formação rápida a tendência é de haver a possibilidade de granizo. Essa formação de chuvas rápidas é justamente por um sistema atípico para o período, uma frente fria chegando até o sul do estado e um excedente de calor por estarmos ainda no B-R-O bró”.

Período chuvoso inicia em dezembro
Segundo o diagnóstico meteorológico do pesquisador, o início do período chuvoso na faixa Centro-Norte no Piauí, que inclui Teresina, já se inicia na segunda quinzena de dezembro.

Fonte: G1/PI

16/11/2020

Energias Renováveis no Semiárido serão temas do Fórum

Imagem: Pixabay

Promovendo o desenvolvimento energético e socioeconômico da região, a Energia Eólica é uma realidade sem precedentes e um dos principais temas que serão discutidos durante o 1º *Fórum de Desenvolvimento do Semiárido 2020* (03 a 05/12-Mossoró (RN). 

A Energia Solar no semiárido vem promovendo o desenvolvimento energético e socioeconômico da região e pode ampliar ainda mais, com investimentos.

A energia produzida a partir de painéis fotovoltaicos permite uma economia de água nos reservatórios, já que a demanda pela geração de eletricidade nas usinas hidrelétricas se reduz. A água se torna, então, menos escassa para outros usos, como a irrigação, a piscicultura, e o abastecimento doméstico e industrial.

Piauí tira proveito do sol
O forte sol do Piauí tornou-se um grande aliado no que diz a respeito ao aquecimento da economia do estado. Desde 2016, houve um grande investimento na região para a instalação de usinas fotovoltaicas. Somente em 2020, espera-se que o segmento de energia solar consiga criar mais 20.600 empregos.

Imagem: Pixabay

Segundo dados da Secretária de Mineração, Petróleo e Energias Renováveis do Piauí, a maior parte da energia gerada, que pode chegar a 600 GWh ao ano, vem de três parques solares no estado, sendo que o de Nova Olinda possui aproximadamente 930 mil painéis solares, a maior em funcionamento na América do Sul. Apenas esse parque foi capaz de atrair investimentos de mais de 300 milhões de dólares e contribuiu para a geração de 1.700 empregos. 

Serviço
Fórum de Desenvolvimento do Semiárido abre inscrições para edição de 2020

Onde: Teatro Municipal Dix-Huit Rosado Maia e Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) – Mossoró (RN)

Quando: De 3 a 5 de dezembro de 2020

Para ter acesso a programação e fazer a inscrição acesse: www.semiaridobrasil.com.br

Ascom

Pix: novo sistema de pagamento instantâneo entra em funcionamento

Clientes de 762 instituições podem fazer pagamentos e transferências 

© Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Depois da fase de operação restrita, o Pix, sistema de pagamento instantâneo entra em funcionamento pleno hoje (16). Todas as pessoas e empresas com conta corrente, poupança ou conta de pagamento pré-paga em uma das 762 instituições aprovadas pelo Banco Central já podem fazer transferências pelo novo sistema que vai funcionar por 24h todos os dias.

Desde o dia 5 de outubro, pessoas e empresas estão fazendo o cadastro das chaves Pix, para identificar a conta para receber pagamentos e transferências. E a fase restrita de operação ocorreu de 3 a 15 deste mês, com horários específicos para fazer as transações, disponível apenas para alguns clientes selecionados pelas instituições financeiras.

Segundo o Banco Central, não há limite mínimo para pagamentos ou transferências via Pix. As instituições que ofertam o Pix podem estabelecer limites máximos de valor para reduzir de riscos de fraude, lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo.

Para fazer transferência ou pagamento, bastar ter a chave de quem vai receber o dinheiro, em vez de informações sobre agência, conta e dados pessoais do recebedor.

A chave Pix previamente cadastrada pode ser CPF, CNPJ, e-mail, número de celular ou chave aleatória (uma sequência alfanumérica gerada aleatoriamente que poderá ser utilizada por usuários que não queiram vincular seus dados pessoais às informações de sua conta). O recebedor também pode gerar QR Codes.

O Pix deve ser gratuito para pessoas físicas nas operações de transferência e de compra. As exceções serão o recebimento de vendas de produtos e de serviços, que poderão ser tarifadas pelas instituições financeiras.

Também pode haver cobrança se os clientes (pessoas físicas e jurídicas) que, podendo fazer a transação por meio eletrônico (site ou aplicativo), preferir fazê-la presencialmente ou por telefone. Nesse caso, as instituições poderão cobrar tarifas.

Em relação às pessoas jurídicas, as instituições financeiras poderão cobrar tarifa tanto no envio como no recebimento de dinheiro por meio do Pix. Serviços acessórios ligados ao pagamento e ao recebimento de recursos também poderão ser tarifados.

No site do Banco Central, há perguntas e respostas sobre o novo sistema de pagamentos.

Fonte: Agência Brasil

10/11/2020

Semar divulga boletim com expectativa de chuva em várias regiões do estado

No Norte do estado, as chuvas podem acontecer com igual probabilidade – abaixo, dentro e acima – da faixa normal climatológica



A Gerência de Hidrometeorologia da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) divulgou a previsão climática sazonal para o trimestre. Por conta do fenômeno climático conhecido como La Niña, que consiste na diminuição da temperatura da superfície das águas do Oceano Pacífico Tropical, de novembro a janeiro haverá manutenção do resfriamento das águas superficiais na região equatorial do Oceano Pacífico.

No Piauí, outubro é caracterizado pela baixa umidade relativa do ar, ausência de chuvas e temperaturas elevadas. Algumas chuvas isoladas em outubro foram dentro do esperado. Há indicativo de média climatológica de chuvas entre novembro e janeiro. Em novembro, a expectativa é de chuvas significativas somente no sul do estado, sendo os maiores acumulados na região sudoeste. Porém, com a presença da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) nesta primeira semana do mês, o acumulado superou a média climatológica em vários municípios.

No Norte do estado, as chuvas podem acontecer com igual probabilidade – abaixo, dentro e acima – da faixa normal climatológica. A região Centro-norte apresenta previsão de maior probabilidade para ocorrência de chuvas, e estas se classificam dentro da média. No Sudoeste do Piauí, as chuvas podem ocorrer acima da média e, no Sudeste, as chuvas têm maior probabilidade de acontecer com classificação de normal a acima da média.

Estas informações foram disponibilizadas por meio de reunião de análise e previsão climática coordenada pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Alagoas (SEMARH/AL), em ambiente virtual, e contou com a colaboração dos Centros Estaduais de Meteorologia do Nordeste (Semar/PI, Funceme, EMPARN/RN, AESA/PB, APAC/PE, SEDURBS/SE e Inema/BA), do Inmet e do CPTEC/Inpe. Desta reunião, também participaram representantes da UFBA e UECE. A previsão foi baseada nos resultados dos modelos disponibilizados pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE).

Fonte: 180Graus
Com informações da SEMAR

04/11/2020

Ministério das Comunicações entrega 10 pontos de internet no Piauí

O estado já conta com 465 antenas instaladas 

© Valter Campanato/Agência Brasil

O Ministério das Comunicações entregou hoje (4) dez pontos de internet em sete municípios do Piauí. O estado já conta com 465 antenas instaladas por projetos da pasta em parceria com a Telebras. Em todo o país, são mais de 12 mil em cerca de 3 mil cidades.

De acordo com o ministro das Comunicações, Fabio Faria, a maioria dos pontos fica em escolas rurais, unidades de saúde e praças públicas do Norte e Nordeste, “regiões que têm maior deficiência de internet”.

O ministro das Comunicações, Fabio Faria, fala sobre a entrega de novos pontos de Internet no Piauí - Ministério das Comunicações

“O presidente [Jair] Bolsonaro assumiu ano passado com 80% do Brasil com internet, mas 20% sem acesso, são 40 milhões de pessoas que não têm internet ainda. E nós vimos na pandemia [da covid-19] a importância que a internet tem. Virou um serviço essencial para o Brasil, as pessoas estudando e trabalhando de casa, visitando muitos parentes mais velhos que não poderiam ter contato. Imagina essas pessoas que não têm internet?”, disse ao desembarcar no Aeroporto Senador Petrônio Portella, em Teresina.

Faria cumpre agenda, nesta quarta-feira (4), em Piripiri e Pedro II para lançamento dos novos pontos de conexão no estado. Os municípios que também recebem hoje internet gratuita são Picos, Parnaíba, Oeiras, Floriano e Teresina.

O ministro explicou que as conexões são via fibra ótica ou por satélite, com antena da Telebras. Pelo programa Governo Eletrônico – Serviço de Acesso ao Cidadão (Gesac), o governo federal oferece internet de 10 mega de velocidade em locais específicos. Já o Wi-Fi na Praça, lançado em agosto deste ano, permite a colocação de antenas em espaços públicos de grande movimentação. 

O Piauí é o quarto estado a receber o programa. Os outros contemplados são Maranhão, Rio Grande do Norte e Pará.

Fonte: Agência Brasil 

01/11/2020

Pesquisadores descobrem ovo fossilizado com 110 milhões de anos no Piauí


Pesquisadores da área de Paleontologia encontraram o fóssil de um ovo de crocodilo na cidade de Simões, distante 451 Km de Teresina. É a primeira vez que um ovo fossilizado é encontrado no Estado.

A descoberta do ovo do período Cretáceo, que tem aproximadamente 110 milhões de anos no Piauí, é fruto da dissertação de mestrado da aluna Dayanne Abreu, da Universidade Federal do Ceará (UFC), que teve orientação dos professores Dr. Paulo Victor de Oliveira (UFPI-Picos) e a Dra. Maria Somália Sales Viana, da Universidade do Vale do Acaraú (UVA).

Foto: Divulgação

Em artigo publicado nesta semana na Revista Brasileira de Paleontologia por Dayanne e os professores doutores Paulo Victor (UFPI-Picos), Maria Somália (UVA), Gustavo Viana, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e Diva Maria Borges, da UFC, é explicado que o espécime foi coletado no Sítio Pé da Serra do Félix, em Simões. A metodologia usada foi baseada nas técnicas de Microscopia Eletrônica de Varredura, Espectroscopia por Energia Dispersiva e Microscopia Óptica e análises de tomografia computadorizada. "As características morfológicas e microestruturais da casca sugerem que o fóssil se trata de um ovo de crocodilomorfa", diz o artigo.

Foto: reprodução 

O material analisado na pesquisa de dissertação foi encontrado em 2015 pelos pesquisadores, mas só agora foram publicados os resultados da análise do interior da rocha e descoberto que trata-se de um ovo fossilizado. 

"Inicialmente achávamos que era um ovo de tartaruga, mas quando a Dayanne começou a estudar e fazer os exames tomográficos e análise da casca do ovo, vimos que no interior desse ovo tinha um conteúdo que, pelas imagens, se assemelhava muito a um embrião de um crocodilo. Para isso tivemos que ir atrás de um ovo atual de crocodilo que nos foi doado por uma instituição que cuida de crocodilos no Nordeste. Pegamos esse ovo e fizemos também as imagens, foi feito um corte sagital no ovo para que a gente pudesse ver o perfil do crocodilo dentro do ovo. O que veio corroborar foi a análise da casca e a constituição dessa casca apresentar um padrão típico da casca dos ovos do grupo dos crocodilos", explica o professor doutor Paulo Victor de Oliveira. 

Natural do Ceará, o professor pesquisa fósseis no Piauí há sete anos e coordena o Laboratório de Paleontologia de Picos. Ele explica que o achado é inédito no Estado e de grande relevância para a área. 

"Essa pesquisa tem um valor importante para a Paleontologia de forma geral devido a sua natureza porque os ovos são materiais delicados o que dificulta a sua preservação. Existem outras ocorrências de ovos fósseis no Brasil e no mundo, mas esses é o primeiro encontrado no Piauí", acrescenta. 


Izabella Pimentel
izabella@cidadeverde.com

Anatel abre consulta para finalizar migração de emissoras AM para FM

Contribuições serão recebidas até o dia 9 de novembro



A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) colocou em consulta pública a abertura de novos 360 canais de rádio em frequência modulada, conhecida popularmente como FM. O objetivo é abrir espaço para que emissoras que hoje transmitem em ondas moduladas (AM) migrem para a nova faixa.

Serão atendidas 17,4% emissoras AM. Já, quando considerado o total de estações FM, a ampliação será de cerca de 5%. De acordo com a Anatel, com essa medida, a demanda por novos canais será regularizada, concluindo o processo de transição.

A transferência entre as faixas foi uma política elaborada a partir da demanda das emissoras. A Anatel recebeu 1.659 solicitações e, até agora, 1.256 foram atendidas. Com a consulta pública, os 365 pedidos restantes serão resolvidos.

A migração desses canais era impossível, pois a quantidade de estações já havia chegado ao limite do que o espectro de radiofrequências comporta nas cidades. Contudo, uma nova norma permitiu o uso de uma faixa maior do FM, quem em vez de começar no 88, terá início no 76.

Segundo o superintendente de Outorgas e Recursos à Prestação da Anatel, Vinícius Caram, há emissoras que reclamaram da inserção na faixa do FM estendido. “Todos querem ficar na faixa convencional, de 88 a 108. É natural ter receio de não estar na faixa convencional, mas temos portaria do Ministério da Economia incentivando equipamentos de FM a terem o dial do 76 a 108”, afirmou.

No site da Anatel, é possível acessar a consulta.

No texto da sondagem, estão discriminados os canais por cidade, com informações sobre cada um deles.

As contribuições podem ser submetidas à agência reguladora até o dia 9 de novembro.

Fonte: Agência Brasil

25/10/2020

Córnea 3D marca tendência da criação de órgãos artificiais



Protótipos, chocolate, peças plásticas e até próteses… muita coisa já pode ser feita em uma impressora 3D - e cada vez com mais qualidade. A novidade (e uma tendência promissora para o futuro) é a impressão de partes do corpo humano. Já pensou?! Se ainda é um pouco difícil de acreditar, recentemente, cientistas britânicos deram mais uma prova desse avanço da medicina aliada à tecnologia. Na universidade de Newcastle, os pesquisadores conseguiram usar técnicas de impressão em 3D para criar córneas artificiais a partir de células humanas.

A córnea é um tecido transparente na camada mais superficial do olho; além de proteger o sensível órgão contra sujeira e bactérias, ela ajuda a dar o foco da nossa visão. O feito dos cientistas britânicos, mais do que chegar na mesma composição do tecido, foi reproduzir a exata curvatura da córnea humana - o que é primordial para que o tecido impresso seja funcional. A réplica da córnea foi produzida a partir de células-tronco extraídas de uma córnea saudável. E cada impressão - que leva, em média, seis minutos - pode ser feita com precisão milimétrica baseada nas medidas dos olhos de cada paciente.

Estudos indicam que 10 milhões de pessoas correm risco de ficarem cegas por doenças relacionadas à córnea. O transplante da membrana é muito comum e pode evitar a maioria dos casos graves, mas hoje mais de 15 milhões de pacientes estão na fila esperando por uma nova córnea em todo o mundo. A desproporção entre o número de doações e de pacientes que precisam de um transplante é gigantesca. Pensando nessa disparidade, as alternativas artificiais, como a da impressora 3D, podem, no futuro, realmente resolver um problema real de saúde pública. Por enquanto, nada substitui o transplante tradicional…

O caminho ainda é longo para que os primeiros transplantes com córneas impressas em 3D sejam realizados. Mas mesmo quando chegar à população, a nova técnica não vai acabar com a necessidade de doação; ao invés de substituir uma córnea danificada por outra saudável, a partir de um único doador será possível obter células suficientes para imprimir 50 córneas artificiais. Isso sem contar quando chegarmos ao dia em que vai ser possível imprimir um olho inteiro em 3D… não duvide!


Fonte: Olhar Digital

17/08/2020

Praia em Luiz Correia recebe 73 filhotes de tartaruga-oliva

As praias de desova são Pedra do Sal em Parnaíba e Arrombado, Coqueiro e Peito de Moça em Luiz Correia.


Filhotes de tartaruga-oliva rumo ao mar Foto: Divulgação/Instituto Tartarugas do Delta

Neste último sábado, 15 de agosto, 73 filhotes de tartaruga-oliva ganham o mar do Piauí na praia do Arrombado em Luiz Correia, situada 276 quilômetros ao Norte de Teresina.

A liberação dos filhotes faz parte do período de desova de tartarugas marinhas que tem início ainda em janeiro e vai até julho, podendo se estender até setembro, segundo o Instituto Tartarugas do Delta, que atua na preservação dos ninhos no litoral.

"Equipe liberou 73 filhotes de tartarugas oliva na praia do Arrombado, Luiz Correia (PI). Esta é uma das principais praias de desova situada no litoral piauiense, região da APA Delta do Parnaíba, Litoral Norte do Brasil. A tartaruga-oliva é a menor das espécies de tartarugas marinhas inserida na categoria em Perigo de extinção (EN)", publicou o ITD.

Fonte: Piauí Hoje
 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing