28/09/2018

Juiz Eleitoral orienta polícia em Parnaíba para a fiscalização de crimes


A Polícia Militar se reuniu com o juiz Max Paulo Soares de Alcântara, da 4ª Zona Eleitoral do Piauí, na manhã desta sexta-feira (28/09) no auditório da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), em Parnaíba, para tratar da fiscalização da propaganda eleitoral durante o pleito do dia 07 de outubro.

O juiz eleitoral fez suas considerações e ouviu as dúvidas dos policiais militares sobre o que é lícito ou não. “O que é permitido e os possíveis erros que podem ser cometidos como é o caso de boca de urna, distribuição de santinhos, compra de votos, e que isso pode se realizar até o dia da eleição”, citou o Juiz.

O diálogo necessário entre o Juiz e os Militares foi importante por conta da própria autoridade judicial informar as condutas a serem adotadas pela Segurança Pública para que as eleições tenham lisura. Segundo o tenente coronel Pacífico Neto, comandante do 2° Batalhão de Polícia Militar do Piauí, os policiais estarão em todos os postos de votação, sendo que em Parnaíba estarão trabalhando no pleito 95 militares.

No sentido de tirar dúvidas, houve a reunião com o judiciário e os policiais. “Nada melhor que trazer o juiz de Direito doutor Max que está capacitado para explanar algumas dúvidas com relação à atuação da Polícia Militar durante a campanha de eleição e o dia da eleição”, ressaltou Pacífico.

Fonte: Portal CN/ Por Daniel Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing