02/12/2017

Unidades prisionais do Piauí recebem revisões Pré Enem

Iniciativa é uma parceria entre a Seduc e a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus)

Medium revb

Começa neste sábado (02) o segundo ciclo de revisões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nas unidades prisionais do Piauí. A iniciativa teve foi em julho deste ano e visa preparar as pessoas privadas de liberdade (PPL) para o exame.

A revisão deste sábado acontece na Penitenciaria Mista Juiz Fontes Ibiapina, em Parnaíba. No dia 08 será a vez dos reeducandos da Penitenciária Gonçalo de Castro Lima, na localidade Vereda Grande, em Floriano, e no dia 11, véspera do Enem, a revisão acontece para 350 reeducandos na Casa de Custódia, beneficiando também outras penitenciárias de Teresina. 

Como nas primeiras revisões que aconteceram em Picos, São Raimundo Nonato e Teresina, serão ministradas aulas das disciplinas de química, física, matemática, linguagens, biologia e redação. O material, com o caderno de questões, é fornecido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), que também envia a equipe de professores e do Canal Educação.

A supervisora do Canal Educação, Samara Rebolsas, explica que a iniciativa é uma parceria entre a Seduc e a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), cujo objetivo é ampliar as oportunidades de educação para esse público. "A Seduc preza pela qualidade da educação como um todo, e dessa forma visa reinserir os reeducandos na sociedade novamente, porém transformados por meio da educação", disse.

Resultados positivos
As atividades voltadas à educação no sistema carcerário têm gerado resultados positivos ao longo dos anos. Em 2015 seis reeducandos obtiveram notas superiores a 500 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio. Em 2016 esse número cresceu e o Estado contou com 21 aprovações no Enem, dentre outras certificações para o Ensino Médio.

Este ano a perspectiva é avançar ainda mais com os bons resultados no certame. Segundo a Coordenadora Educacional da Secretaria de Justiça, Jucyara Valente, além das revisões, os reeducandos contarão a partir do mês de agosto, com aulas do Canal Educação.

"A Seduc implantou o Canal Educação em treze unidades prisionais do Estado, o que certamente oportuniza maior preparo desse público para o Enem e para outros testes como o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Enceja), que servirá como base para a certificação do Ensino Médio. O objetivo é universalizar a educação dentro da perspectiva do PEESP (Plano Estratégico de Educação no Sistema Prisional), realizado por meio de parceira entre Seduc e Sejus", afirmou.

Fonte: Com informações da CCOM, via 180

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google