07/12/2018

Parnaibano é aprovado em primeiro lugar no Programa de Doutorado com proposta para deficientes visuais


O parnaibano Marcos Ayres foi aprovado em primeiro lugar no Piauí no programa de doutorado em Biotecnologia com proposta para deficientes visuais. A proposta contempla um sistema profilático e de interação social que beneficiará os deficientes visuais em suas atividades diárias. O sistema terá oito recursos, tais como a identificação e reconhecimento de pessoas, identificação de obstáculos, acesso auditivo a textos e leitura em libras.

Esta proposta está sob orientação dos professores doutores Victor Hugo Bastos e Silmar Teixeira, pesquisadores do Laboratório de Mapeamento Cerebral e funcionalidade e do Laboratório de Neuroinovação Tecnológica & Mapeamento Cerebral, respectivamente, sediados na Universidade Federal do Piauí, em Parnaíba.

Trata-se de um sistema de substituição sensorial, nominado NitlabGuide, o qual é composto por dois módulos, um fixado nos óculos do usuário e outro conectado por rede sem fio. O primeiro módulo possui uma câmera para a entrada de dados. A câmera capta a imagem, digitaliza-a e envia ao segundo módulo. “O sistema foi idealizado visando a escalabilidade de forma que possa ser usado também em outras situações, atingindo outros segmentos da sociedade”, relata Marcos Ayres.

Com esse sistema, o deficiente visual poderá potencializar a representação espacial, como também, melhorar a cognição e consequentemente melhorar a qualidade de vida, explica o professor Silmar. O professor Victor menciona que o NitlabGuide também possibilitará ao deficiente visual andar sem o uso de bengala.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing