09/04/2018

Envolvido em assalto a banco que matou gerente é assassinado no Piauí

Suspeito do homicídio foi identificado, mas ainda não foi preso. Vítima era considerada foragida da penitenciária Irmão Guido.

Polícia Civil apreendeu motocicleta da vítima (Foto: Andrê Nascimento/G1)

Flávio Melo da Silva, 29 anos, foi morto com um tiro na cabeça nessa segunda-feira (9) no bairro São Joaquim, Zona Norte de Teresina. Segundo Jarbas Lima, delegado do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), o rapaz participou do assalto ao Banco do Brasil de Miguel Alves em maio de 2013.


Segundo o delegado, o autor do tiro já foi identificado, mas ainda não foi preso. Há duas suspeitas para o crime.

“Soubemos que os dois tinham um relacionamento com uma mesma mulher e viviam se ameaçando. Há também a suspeita de terem se desentendido por causa de uma motocicleta”, explicou o delegado.

Vítima atuava como mototaxista clandestino e foi morto com um tiro na cabeça (Foto: Andrê Nascimento/G1)

Segundo Jarbas, Flávio era foragido da penitenciária Irmão Guido e trabalhava como mototaxista clandestino. Ele foi abordado por dois homens em uma moto quando foi baleado na cabeça.

Ele teria participado do assalto ao banco do brasil de Miguel Alves em 2013, que deixou morto o gerente da agência, Ademyston Rodrigues Alves. Ele foi o último a ser preso pelo crime, em março de 2014, cerca de um ano após o assalto. Ele foi o único que ficou vivo no confronto com a polícia, que além do gerente deixou três assaltantes mortos.

Suspeito foi preso em março de 2014 (Foto: Ellyo Teixeira/G1)

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing