07/06/2017

Surto de sarna humana atinge 39% dos presos do PI, diz sindicato



Parte dos detentos do sistema prisional do Piauí contraiu sarna nos últimos meses e o aumento dos casos foi tão repentino que a Secretaria Estadual de Justiça considera que os presídios vivem um surto da doença infectocontagiosa. De nome técnico 'escabiose', a patologia é causada por um ácaro cuja sua penetração na pele provoca intenso prurido, originando lesões avermelhadas por todo corpo. 

A Secretaria Estadual de Justiça não divulga o número exato de detentos portadores da doença. Mas, de acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piaui (Sinpoljuspi), cerca de 39% dos presos do sistema prisional do Estado estão infectados com a escabiose. 

A Coordenação de Saúde Prisional da pasta, afirma que as penitenciárias que registraram casos de sarna humana foram a Irmão Guido [zona Rural de Teresina], Casa de Custódia[Teresina], Esperantina, Casas de Detenção de Altos e São Raimundo Nonato e a Colônia Agrícola Major César. O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) 


A coordenadora de Saúde Prisional, Naila Ferreira, garantiu que, por conta de rápida proliferação da doença, a Sejus solicitou à Secretaria Estadual de Saúde, 1.000 frascos de benzoato e 2.000 comprimidos de ivermectina para o tratamento da escabiose. 

A superlotação dos presídios do Piauí pode ter contribuído diretamente para o surto da doença associada com o período chuvoso registrado no Estado nos primeiros meses deste ano. 

"A doença é transmitida através do contato. A prevenção é baseada higienização, asseio e conscientização de como a doença é contagiosa. O período chuvoso também contribuiu para disseminação e com o passar das chuvas já detectamos a diminuição dos casos", disse Naila Ferreira. 

Como medida urgente para prevenir novos surtos, a Sejus promete reforma dos presídios, higienização das celas e orientações médicas aos presos durante as consultas para que a doença seja evitada. 

Izabella Pimentel (Com informações da TV Cidade Verde)
Especial para o cidadeverde.com
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta