06/12/2022

Polícia deflagra 10ª fase da Operação Luz na Infância e cumpre mandados no Piauí

Foto: Polícia Civil do Piauí

A Polícia Civil do Piauí apresenta, nesta terça-feira (06/12), os resultados da Operação “Luz na Infância 10”. A ação faz parte de uma mobilização nacional para combater crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na internet e foi articulada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Na Operação Luz na Infância 10, a Polícia Civil do Piauí deu cumprimento a dois mandados de busca e apreensão, bem como realizou a prisão em flagrante de uma pessoa no estado.

"Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão na Zona Leste de Teresina. Os investigados constantemente transacionam arquivos contendo crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes. A Polícia Civil, com Coordenação do Ministério da Justiça e Segurança Pública, faz esse trabalho de investigação na rede e detecta as trocas desses arquivos. Em um dos alvos de cumprimento de busca, um apartamento em edifício da zona leste, foi preso em flagrante um homem de 40 anos que estava fazendo download dos vídeos no momento da entrada da equipe Policial", detalhou o Delegado Anchieta Nery, coordenador da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática.

No total, foram cumpridos 125 mandados de busca e apreensão e mobilizados cerca de 500 policiais em 18 (dezoito) estados do Brasil (Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio De Janeiro, Rio Grande Do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso Do Sul e São Paulo) e em mais quatro países (Argentina, Estados Unidos, Panamá e Equador).

Houve a colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Homeland Security Investigations (HSI), que ofereceu cursos, compartilhamento de boas práticas e capacitações.

Integração
Como órgão central do Sistema Único de Segurança Pública (Susp), o MJSP possui a legitimidade de fazer a intermediação, por meio da Seopi, com os órgãos que têm a atribuição de investigar crimes e, desta forma, sincronizar esforços para a deflagração conjunta de operações como a Luz na Infância.

Ciberlab
O laboratório tem o papel de assessorar as diversas investigações de crimes cibernéticos que ocorrem no país. As polícias mapeiam suspeitos ou organizações criminosas, coletam a materialidade do crime e elementos que se desdobram em pedidos de busca e apreensão ou prisão dos autores.

Penalidades
No Brasil, a pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão; de 3 a 6 anos para quem compartilhar; e de 4 a 8 anos de prisão para quem produz conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

Via Portal 180


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing