15/12/2022

Polícia Civil deflagra operação e prende 11 pessoas no litoral do Piauí

Os mandados de prisão foram cumpridos nesta quinta-feira (15). 

Operação no Litoral -Divulgação / PC

Uma operação deflagrada nas cidades de Luís Correia e Parnaíba, situadas no litoral do Piauí, cumpriu nove mandados e prendeu duas pessoas em flagrante nesta quinta-feira (15).

Ao total foram três presos por mandado de prisão, seis por busca e apreensão e dois presos em flagrante, sendo um por porte ilegal de arma de fogo e outro por tráfico de drogas.

Os policiais lotados na 1ª Delegacia Regional de Policia Civil foram coordenados pelos delegados Willams Pinheiro, Igor Rocha Gadelha e Aldely Fontinelli, além do coronel Antônio Pacifico no comando da PM, com apoio de policiais da Força Tarefa de Segurança Pública.

De acordo com o delegado Willams Pinheiro, a operação culminou nas prisões temporárias de criminosos que atuam na região de de Luís Correia, esses que respondem por tráfico de droga, associação ao tráfico e até homicídio. Além disso, a Polícia Civil apreendeu grandes quantias de drogas, armas de fogo e munições.

Operação no LitoralRenato Carlos/Lupa1

O material apreendido e os presos foram encaminhados à Central de Flagrantes de Parnaíba. A operação contou com dezenas de policiais civis, militares e rodoviários federais.
Facções

Ainda de acordo com o delegado Pinheiro, o trabalho da Polícia Civil é uma resposta direta às facções, trabalho que consequentemente influencia a diminuição dos números de homicídios, uma vez que estes estão ligados as brigas de facções.

"Nos locais onde as operações são deflagradas é onde há briga de facções e a disputa pelo tráfico de drogas. Mas a polícia vem continuamente dando resposta, tentando diminuir essa incidência do tráfico, e automaticamente a gente consegue diminuir o índice de homicídio na região", contou.
Operação conjunta

A Polícia Civil do Piauí deflagrou na manhã dessa quarta-feira (14) a 'Operação Integrada' e deu cumprimento a 14 mandados de busca e apreensão na cidade de Piripiri. A ação foi desenvolvida pela Delegacia Regional de Piripiri, com apoio de várias unidades policiais da capital, dentre elas a Gerência de Polícia Especializada, DRCI e Gerência de Polícia do Interior e Polícia Militar.

Ao Lupa1, o delegado Willams Pinheiro explicou que as operações são um trabalho contínuo e conjunto entre as organizações, afim de prender criminosos que fogem para outras cidades. Segundo o delegado, a operação de Piripiri se deu por conta da fuga e migração de criminosos do litoral do Estado.

"A polícia ataca e o criminoso sai da cidade ou vai preso aqui mesmo. Quando a gente consegue o mandado de prisão eles fogem, e vão pra onde? para Piripiri. As operações já estão com quatro meses de foco indo pra Piripiri. E quando não é pra cidade próxima, eles se deslocam para o Ceará é Maranhão", explicou.

Fonte: Portal Lupa 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing