09/11/2022

Hackers invadem provedores e afetam internet de cerca de 300 mil clientes; os maiores ataques têm sido em Parnaíba e Teresina

Foto: Renato Andrade/ Cidadeverde.com

A Polícia Civil do Piauí investiga uma série de invasão a provedores de internet que tem afetado diretamente cerca de 300 mil usuários. Segundo o delegado Anchieta Nery, titular da Delegacia de Repressão e Combate aos Crimes de Informática (DRCI), os ataques aparentam ser 'orquestrados' e seriam praticados por empresas concorrentes com a intenção de fazer com que o cliente mude de prestadora de serviço.

"No Piauí, a situação tem uma peculiaridade. No primeiro momento do tratamento de uma ocorrência já conseguimos entender alguns elementos. A cena do crime fala pra gente, mesmo a cena digital. Se eu ataco o serviço da vítima, qual a minha motivação? foi para extorquir a vítima? foi para derrubar a imagem da empresa? qual o contexto que isso aconteceu? a gente notou um movimento orquestrado.", destaca o delegado.

Ataques têm sido registrados, principalmente, em Parnaíba, no litoral do estado, e na Capital. "Todas as empresas procuraram a delegacia, prestaram informações iniciais e vão vir formalmente nos próximos dias", reitera Nery.

O empresário Wellington Santos, que trabalha com provedor de internet há mais de 20 anos, relata que as invasões se intensificaram nos últimos dois meses.

"Os ataques não têm como objetivo roubar dados, mas paralisar o serviço de internet. As invasões causam instabilidade no sinal de internet afetando o serviço para que os clientes migrem de provedor. Quase 300 mil clientes domésticos afetados no Piauí, assim como empresas, órgãos públicos, ou seja, um impacto muito grande na nossa rede e nos serviços para os usuários", destaca Santos.

Os ataques seguem em investigação pela DRCI.


Graciane Araújo
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing