10/09/2021

Mulher venezuelana é presa suspeita de agredir filha de 2 anos com socos em abrigo de Teresina

A criança foi transferida para um abrigo em Teresina. Já a mãe passa por uma audiência de custódia na tarde desta quinta-feira (9).

Bebê foi encontrado com hematomas no rosto e nas costas — Foto: Divulgação/ Conselho Tutelar

Uma mulher venezuelana foi presa na tarde dessa quarta-feira (8) suspeita de agredir a própria filha, uma criança de dois anos, em um abrigo no bairro Buenos Aires, Zona Norte de Teresina. O caso está sendo acompanhado pelo 1º Conselho Tutelar da capital.

Segundo a conselheira tutelar Danielle Ribeiro Fernandes, a mãe deu diversos socos e murros no rosto da criança que, em seguida, foi separada da genitora pelos cuidadores do abrigo. A criança permaneceu na sala da coordenação até a chegada das autoridades competentes.

“Quando chegamos ao local, com a Guarda-Civil Municipal, a mãe estava transtornada, bastante violenta e chutava o portão do abrigo. Ela foi encaminhada para a Central de Flagrantes e, na tarde desta quinta-feira (9), passa por uma audiência de custódia”, informou.

A menina foi submetida a exames no Instituto de Medicina Legal (IML) de Teresina, que comprovaram que a criança sofria maus-tratos da mãe há muito tempo.

Guarda Municipal de Teresina foi acionada para acompanhar o caso — Foto: Divulgação /Conselho Tutelar

Embora a mãe seja venezuelana, a menina é brasileira. Ela nasceu em Manaus, capital do Amazonas, em 2019. Agora, ela está em um abrigo da cidade. Já a suspeita está sendo acompanhada por uma ONG responsável por dar apoio aos venezuelanos no Piauí.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing