02/03/2021

Acumulado de chuva deste trimestre será abaixo da média no Piauí, diz meteorologista

Apesar disso, o mês de março ainda será o mais chuvoso do ano. A previsão é que sejam 301 mm somente em Teresina.

Chuva em Teresina deixa alagamentos em bairros — Foto: TV Clube

A previsão é que março seja o mês mais chuvoso deste ano. Porém, o acumulado de chuva neste trimestre, em março, abril e maio, será abaixo da média. As informações são do boletim climatológico divulgado pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar) nesta segunda-feira (1°).

"Em março, a média é de 301 mm de chuva somente na capital, mas existe uma tendência de ser menos que isso, com previsão de chuva normal ou abaixo da média. Durante os doze meses do ano, março é o que mais chove, porém, se juntarmos os acumulados dos três meses [março, abril e maio], a previsão é que seja abaixo da média”, informou a meteorologista Sônia Feitosa.

Previsão aponta mais chuva para o mês de março no Piauí — Foto: Divulgação/Semar

Em março, conforme a meteorologia, irá começar também um declínio do período chuvoso, que vai predominar em maio. As chuvas vão se estender apenas na região norte do estado.

Norte – Maior probabilidade de ocorrerem chuvas com valores acumulados dentro da faixa normal climatológica1(dentro da média histórica).

Centro-norte – Maior probabilidade de ocorrerem chuvas com valores acumulados de normal a abaixo da faixa normal climatológica¹ (abaixo da média histórica).

Sudeste/Sudoeste – Maior probabilidade de ocorrerem chuvas com valores acumulados de normal a abaixo da faixa normal climatológica¹ (abaixo da média histórica).

O mês de fevereiro terminou neste domingo (28) com um acumulado de chuva de 62,5% acima da média histórica em Teresina. Já os meses de dezembro de 2020 e janeiro de 2021 apresentaram acumulados de chuva abaixo da média histórica em todas as regiões do Piauí.

Áreas de risco são monitoradas
Com o aumento das chuvas, várias casas que estão nas áreas de risco vão começar a ser monitoradas pela defesa civil. Nesta segunda-feira (1), vários órgãos se reuniram para executar um plano de ação da defesa civil para Teresina.

"Esse plano de ação abrange todos os aspectos como, socorro as vítimas, zoonoses, vigilância da água, animais que vão ficar ilhados e terão que ser reunidos. A polícia militar também vai prestar o suporte operacional", informou Marcos Rodolfo, gerente da Defesa Civil de Teresina.

O secretário de Estado da Defesa Civil, Geraldo Magela ressaltou que a defesa civil também está orientando os municípios. "No momento estamos observando os leitos dos rios, agora só tem Barras que está em alerta, mas pedimos que comecem a observar para tirar as famílias previamente", disse.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing