02/02/2021

Estudantes da UFDPar fazem protesto pacífico para reivindicar ensino híbrido na instituição


Estudantes do Curso de Medicina da Universidade Federal do Delta do Parnaíba, (UFDPar), estiveram reunidos na última sexta-feira (29) no Campus para reivindicar eficácia na estruturação de meios para que os alunos desse curso consigam avançar de período, já que, de acordo com eles, desde que a pandemia do novo coronavirus teve início, a universidade não tem adotado medidas eficazes como as adotadas em instituições de outros estados.

O Ensino Híbrido, que mescla aulas à distância com presenciais, é um exemplo. No dia 07 de dezembro de 2020 houve a publicação em diário oficial da Portaria Nº 1.038 por parte do MEC, que permitiu a adoção dessa modalidade de ensino no estado, com tanto que os protocolos higienicossanitários sejam rigorosamente respeitados.

A organizadora do evento, que é teresinense e está em Parnaíba somente para estudar, afirma que se sente prejudicada com a situação tendo que arcar com despesas de moradia sem que esteja havendo aula. Outra aluna reclama do que ela classifica como ‘ineficiência’ dos gestores da instituição e cobra respostas.

Sobre o assunto, Alex Marinho, reitor da Universidade, disse ao Portal Costa Norte que está conversando com os demais componentes da reitoria para viabilizar medidas que sejam favoráveis para os alunos, mas reforça que por enquanto não há a possibilidade da realização de aulas presenciais ou práticas. “Existe realmente uma ansiedade, não só dos alunos, mas de todos nós pelo retorno das aulas. Nós não estamos contentes em um Campus que tinha um fluxo de 3.000 pessoas por dia, e que foram todos pegos de surpresa.” Sobre o retorno das aulas presenciais, Alex disse: “Não temos ainda condições suficientes de dar segurança aos estudantes durante as aulas práticas”.

Fonte: Portal Costa Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing