20/04/2020

Wallace Lemos teme por "desmanche" do Parnahyba com a proximidade do fim dos contratos

Técnico do Tubarão torce por retorno breve do Piauiense, condiciona volta às diretrizes dos órgãos de saúde e faz alerta sobre acertos com os jogadores: "Contratos até meado ou final de abril"

Wallace Lemos em amistoso — Foto: Thiago Mont' Alverne

Em Minas Gerais, cumprindo a quarentena preventiva ao lado da família e acompanhando de perto as movimentações da pandemia de coronavírus, o técnico do Parnahyba, Wallace Lemos, segue atento as definições do futebol piauiense. Torcendo por um retorno breve do estadual, o treinador ligou alerta para o fim dos contratos dos jogadores que iniciaram a pré-temporada do Tubarão. A preocupação de Wallace é que o clube sofra um “desmanche” do grupo após a pausa.

- Todos estão cientes, que a maioria das equipes que não tem as competições nacionais, fizeram seus contratos até meado ou final de abril. Caso atípico dos atletas que chegaram ao transcorrer da competição, que aí sim tem um contrato estendido um pouco mais porque o mínimo é de três meses.

- Somente após essa ordem aí da área da saúde para a gente poder ter algum embasamento maior a nível do que vai ser feito. Temos algumas situações pensadas em nível de comissão técnica para poder ver o tempo que teremos e aí direcionar o trabalho em cima dessa situação. Não podemos ter nenhuma ação se a gente não tiver o aval dos órgãos públicos de saúde – explicou o treinador azulino.

Treino Parnahyba — Foto: Felipe Soares/GloboEsporte.com

Mesmo com o cenário cheio de incertezas, algumas programações para a volta do time azulino, mesmo sem data definida ainda pela diretoria e comissão técnica, foram definidas pelo técnico e comissão. A dúvida agora é sobre os prazos que cada time vai ter para se reorganizar e retomar os trabalhos.

- Todas as ações que a gente for programar e direcionar em nível de grupo, competição e equipe, no nosso caso no Parnahyba, vai passar pelos órgãos de saúde. Assim que eles determinarem ou indicarem uma possível data de retorno de atividades ou movimentação maior da população, vamos ter como programar ou estabelecer algumas diretrizes em nível de equipe e competição. Acredito que vai ter alguma definição no nível de clubes e federação para poder direcionar o inicio da competição u o retorno – disse.

Na briga direta pela classificação às finais do Piauiense, o Parnahyba pausou o campeonato na quarta colocação. Com a mudança de formato, somente os dois primeiros colocados garantem vagas na fase final.
Campeonato Piauiense — Foto: GloboEsporte.com

Com o Campeonato Piauiense suspenso, 20 jogos, 18 da fase de classificação e dois das finais, ficaram sem datas. A FFP aguarda as definições da CBF e dos órgãos de saúde estaduais para retomar o estadual. A entidade deixou claro que não trabalha com plano B, ou seja, a competição não tem possibilidade de encerrar da maneira que foi paralisada.

Fonte: Globoesporte.com, Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing