27/09/2019

Piauí registra primeiras manchas de óleo no litoral após tartaruga ser encontrada morta no Delta do Parnaíba

Este é o primeiro caso em território piauiense desde que as manchas começaram a surgir nas praias do Nordeste. Segundo Instituto Tartarugas do Delta, manchas chegaram ao litoral nesta sexta-feira (27).

Manchas na Praia do Arrombado, no Piauí, foram localizadas por biólogos do Instituto Tartarugas do Delta — Foto: Instituto Tartarugas do Delta

Manchas de óleo foram encontradas na Praia do Arrombado, no litoral do Piauí, região do município de Luís Correia. As manchas foram localizadas por biólogas do Instituto Tartarugas do Delta durante rondas na manhã desta sexta-feira (27). No início da semana, uma tartaruga foi encontrada morta na Ilha dos Poldros, no Delta do Parnaíba. A ilha se localiza no território do Maranhão, mas é bastante utilizada pelo ecoturismo do litoral do Piauí.

Este é o primeiro caso em território piauiense desde que as manchas começaram a surgir nas praias do Nordeste. O óleo apareceu em gotas espalhadas pela areia da praia.

As manchas escuras foram encontradas próximo à área dos bares no litoral do Piauí — Foto: Instituto Tartarugas do Delta

De acordo com a bióloga Werlanne Magalhães, do Instituto Tartarugas do Delta, as manchas teriam chegado à praia nesta sexta-feira. “Ontem (26) fizemos o monitoramento no mesmo lugar, e não encontramos vestígios. Depois do registro nos Poldros e em Jericoacoara, estávamos esperando que aparecesse aqui”, disse Werlanne.

Manchas escuras foram encontradas na Praia do Arrombado, no Piauí — Foto: Instituto Socioambiental/ Unidades de Conservação do Brasil

Manchas em todo litoral do Nordeste

As manchas negras de óleo que têm aparecido em praias do Nordeste desde o início de setembro já atingiram 109 locais em 50 municípios de 8 estados, de acordo com o mais recente balanço do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama).

A mesma substância está poluindo todos os locais contaminados, segundo o Ibama. Trata-se de petróleo cru, e não de um produto derivado do óleo. Em nota, a Petrobras afirma que o material não é produzido pela companhia.

Ainda não se sabe a origem da substância, mas a suspeita é que o petróleo tenha vindo de navios que passam pela região, segundo a Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco e o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Petróleo de Pernambuco e Paraíba (Sindipetro PE/PB).

Nesta quinta-feira (26) a Marinha do Brasil em Sergipe encontrou três tonéis com óleo em praias de Aracaju e do município de Barra dos Coqueiros. Análises serão realizadas para saber se a substância que está nos tonéis tem relação com a que foi encontrada nas praias do litoral nordestino. "Pode ter, mas isso tudo precisa ser investigado com bastante cuidado", disse o capitão dos portos em Sergipe, Guilherme Conti Padão.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing