26/04/2019

Cachorro ataca agricultor e é executado com tiro de espingarda no PI

O filho da vítima afirma que seu pai somente sacrificou o animal porque foi obrigado, para não ser morto pelo cão


O agricultor Pedro Pereira da Silva Neto, conhecido por Pedro Silvano, de 58 anos, foi atacado violentamente por um cachorro da raça vira-lata e ficou com vários ferimentos na cabeça, braço, tórax e na boca. O agricultor foi atacado pelo cão em frente a sua residência na localidade Canto do Saco, a 18 km da cidade de José de Freitas. Pedro Silvano foi encaminhado para o Hospital de José de Freitas e em seguida transferido para o Hospital de Doenças Tropicais Natan Portela, em Teresina.

De acordo com informações do agente de portaria Daniel Moraes, o seu pai Pedro Silvano, somente não foi morto pelo cão que pertence a um vizinho porque foi socorrido por duas vizinhas.

Daniel Moraes afirma que seu pai após se livrar do cachorro, ficando bastante ferido e perdendo muito sangue, entrou em sua residência e o cão continuou rondando a sua casa, querendo pular a janela para continuar atacando Pedro Silvano, que neste momento teve que reagir e matar o cão com um tiro de espingarda calibre 28. Daniel afirma que seu pai somente sacrificou o animal porque foi obrigado, para não ser morto pelo cão.


De acordo com Daniel Moraes, o agricultor Pedro Silvano foi atacado e mordido várias vezes pelo cão da raça vira-lata no momento em que tentou intervir na briga de outros dois cães, que estavam brigando na porta de sua residência, sendo que neste momento, o cachorro que não tinha nada a ver com a briga dos outros dois animais o atacou violentamente.

O cão estava tão violento que conseguiu derrubar o agricultor Pedro Silvano e mordeu o seu braço, cabeça, rosto, boca e o tórax. Foi exatamente neste momento que duas vizinhas perceberam tudo e socorreram o agricultor.



Sangrando muito, Pedro Silvano foi socorrido pelo filho Maciel Moraes, que o levou em um carro para o Hospital Nossa Senhora do Livramento, na cidade de José de Freitas-PI, onde o agricultor foi medicado e liberado e nesta quinta-feira (25 de abril) foi encaminhado ao Hospital de Doenças Tropicais, na capital do Piauí (Teresina) para ser submetido a vários exames, já que ele foi mordido em vários lugares do corpo pelo cão, que acabou sendo sacrificando para não fazer novas vítimas na região.

Fonte: Portal Meio Norte 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing