28/09/2018

TSE cancela 100 mil títulos no Piauí, que elegeriam pelo menos dois deputados


Justiça Eleitoral diz que 3.368.447 de eleitores não vão votar nas eleições porque não fizeram recadastramento biométrico ou sofreram outras restrições (Arquivo/Agência Brasil)

No Piauí, 100.260 mil títulos eleitorais foram cancelados entre as eleições de 2016 e 2018. Isso significa que esse universo de eleitores não poderão votar neste pleito. No estado, cem mil eleitores dariam para eleger quase dois deputados estaduais ou um deputado federal, dependendo da coligação. O primeiro turno ocorrerá no dia 07 de outubro de 2018, e o segundo, se houver, no dia 28 de outubro. 

No ranking nacional, o Piauí é o 13º estado com cancelamentos de títulos. Entre os estados do Nordeste, ele ocupa a sexta colocação. 

A Bahia é o estado com mais cancelamentos, 586 mil títulos cancelados. Na sequência, aparecem São Paulo (375.169), Paraná (257.941), Ceará (234.487) e Goiás (219.426).

O cancelamento ocorreu por ausência na revisão cadastral, que abrange o cadastramento biométrico, dentro outros pontos, e atingiu, ao todo, 3,4 milhões de títulos de eleitor no Brasil. No Piauí, cerca de 16 mil títulos foram cancelados devido o não recadastramento biométrico. 

Na última quarta-feira (26), o Supremo Tribunal Federal (STF) votou, por 7 a 2, pela manutenção do cancelamento. A decisão rejeitou o pedido de liminar feito pelo PSB para evitar o cancelamento desses títulos. A maioria acompanhou voto do ministro relator, Luís Roberto Barroso.

Consulta
O eleitor pode conferir se teve ou não o título cancelado no site do TSE ou do TRE-PI: clicar no campo "situação eleitoral", informar o nome completo ou número do título de eleitor, e a data de nascimento. Caso apareça a palavra "regular", o eleitor está apto a votar. 

Se o título estiver cancelado, o eleitor precisará esperar a abertura da regularização da situação eleitoral, que ocorrerá somente após as eleições, no dia 05 de novembro. 

A multa eleitoral pelo não comparecimento no dia da votação varia de R$ 3,51 a R$ 35,10, a depender da análise do juiz eleitoral da região. 

Lista: estados e quantidade de títulos cancelados

Acre 13.564 
Bahia 586.333 
Ceará 234.487 
Espírito Santo 48.807 
Goiás 219.426 
Maranhão 216.576 
Minas Gerais 213.172 
Mato Grosso do Sul 61.502 
Mato Grosso 18.074 
Pará 204.914 
Paraíba 123.885 
Pernambuco 150.260 
Piauí 100.260 
Paraná 257.941 
Rio de Janeiro 71.598 
Rio Grande do Norte 92.663 
Rondônia 33.611 
Roraima 12.614 
Rio Grande do Sul 167.116 
Santa Catarina 125.585 
São Paulo 375.169 
Tocantins 40.890

Fonte: TSE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google