07/08/2018

Ainda sem rivais, Cesarino confirma que disputará nova eleição presidencial na FFP

Presidente da Federação de Futebol do Piauí caminha para disputar mais um pleito, previsto para acontecer até dezembro. Cenário favorece dirigente a emplacar terceiro mandato na entidade

Wenner Tito

Presidente da Federação de Futebol do Piauí (FFP), Cesarino Oliveira começa a colocar as eleições presidenciais no arco de atenções dos dirigentes da casa. O cartola vive os últimos meses do mandato iniciado em 2014 e confirmou, nesta segunda, que pretende disputar mais uma vez as eleições da entidade. De acordo com o regimento interno da FFP, o processo eleitoral deve acontecer no último trimestre do ano previsto para a convocação dos clubes aptos a voto.

Cesarino Oliveira (Foto: Stephanie Pacheco / GloboEsporte.com)

- Vou disputar a eleição, sim. Aquilo que nos propusemos a fazer ainda não foi feito. Administrativamente, o que envolve os clubes, falta ainda um melhor desempenho no futebol. Quer seja como clube formador, como clube comercialmente. Não digo como uma frustração, mas é algo que não conseguimos fazer. Houve um avanço em relação ao Piauí fazer parte da Copa do Nordeste, melhorar as vagas na Copa São Paulo. São avanços significativos, mas a melhoria nas praças esportivas e o trabalho mais eficaz dos clubes são coisas que ainda não conseguimos. É algo a vencer. Que possamos fazer isso ser possível – destacou o presidente.


Caso vença a disputa nas urnas, Cesarino Oliveira vai estender até 2022 uma gestão iniciada efetivamente em 2012, após inúmeros percalços.

Presidente conseguiu assumir a presidência após conturbado pleito de 2010 (Foto: Severino Filho/ACESSEPIAUÍ)

Depois de perder a eleição de 2010 para o então presidente Lula Ferreira, Cesarino acionou a Justiça e conseguiu impugnar a chapa do rival. Contudo, a CBF entrou no caso nomeou uma Junta Governativa para realizar um novo pleito por não considerar legítima a estratégia usada por ele. Depois de meses de uma desgastante batalha pela cadeira, Oliveira assumiu o posto de presidente.

Em 2014, em um cenário menos conturbado, Cesarino foi aclamado presidente e reeleito por mais quatro anos em escolha unânime dos filiados.

Com apoio maciço de clubes, Cesarino Oliveira foi reeleito em 2014 (Foto: Emanuele Madeira/GloboEsporte.com)

A FFP ainda não tem previsão para a publicação do edital de convocando as eleições, mas o regimento interno da casa determina que elas sejam realizadas em outubro, novembro ou dezembro. A posse será em janeiro.

Assim como há quatro anos, o cenário político não apresenta rivais que possam interromper a gestão de Cesarino Oliveira. Presidente do Conselho Deliberativo do River-PI e ex-presidente do Galo, Elizeu Aguiar negou à reportagem os rumores de que tenha interesse de concorrer ao cargo.

Fonte: Globoesporte.com Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google