30/07/2018

Com 'Operação Carro-Pipa' suspensa, piauienses são obrigados a beber água com fezes


Moradores da Zona Rural da cidade de São Raimundo Notado são obrigados a utilizar água imprópria para o consumo humano após a operação 'carro-pipa' ter sido suspensa em localidades do município. Uma reportagem da TV Clube mostrou que algumas famílias são impelidas a terem em casa água que é retirada de locais onde animais defecam e urinam.




Um dos relatos colhidos pela reportagem foi o da dona de casa Edileide Oliveira, que caminha mais de 2 km para chegar a um pequeno açude, onde animais fazem as necessidades e bebem da mesma água. 

"É horrível, mas se não tem outra, é o jeito, o jeito que tem é beber junto com eles. Mijo de animal, às vezes menino mexe também, essa água tem um pó muito horrível", disse.

A mesma situação é compartilhada por milhares de moradores não só dessa cidade, mas de dezenas de municípios que convivem com o problema da seca e sem nenhuma atenção do poder público.


Vitorino Tavares, diretor da Defesa Civil no estado, disse á reportagem que o órgão não pode atuar na Zona Rural dos municípios e que a operação foi interrompida por falta de pedido a contento e decreto.

"A Defesa Civil do estado está legalmente autorizada a trabalhar somente nas zonas urbanas desses municípios em situação de emergência. Em casos extremos nó iremos atender, mas não é hoje nosso propósito. Nosso propósito é fazer com que legalmente, junto com os municípios se restabeleça o atendimento com carro-pipa na Zona Rural, que é feita pelo Exército", disse.

"Houve essa interrupção por conta da falta de decreto, da falta de pedido a contento e por conta disso alguns municípios estão sem operação carro-pipa do Exército. Todavia, esse trabalho está sendo feito, para que o recadastramento seja feito e haja operação em novos municípios atendidos pelo Governo Federal", completou.

Fonte: 180

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing