24/04/2018

Pai que arrancou lábio de bebê com mordidas pode pegar até 30 anos de prisão

Delegada Anamelka Cadena, Deam Sul Foto: Emanuel Oliveira/ 180graus

A delegada Anamelka Cadena, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, finalizou o inquérito que investigou as agressões a um bebê de apenas um mês, que apresentou lesões de mordidas pelo corpo todo e teve o lábio arrancado. O pai da criança, preso preventivamente como principal suspeito, foi indiciado por quatro crimes e pode pegar até 30 anos de prisão de acordo com a avaliação do Ministério Público.


Segundo a delegada, o inquérito policial finalizou com o indiciamento do genitor do bebê por tentativa de homicídio, ameaças, difamação e lesão corporal. Ele está preso desde o dia 15 desse mês, data das agressões.

“Foi uma lesão em uma região vascularizada, também ele assumiu o risco do comprometimento da vida dessa criança, não prestou socorro e já havia verbalizado a intenção de matar essa criança para uma vizinha, ele tinha falado que ia matar o bebê e a mãe, por que afirmava que a criança não era filha dele”, explica a delegada.

Pai da criança foi preso 

SUSPEITA DE NEGLIGÊNCIA DA MÃE
De acordo com a delegada, não foi encontrado indícios de que a mãe tenha sido negligente com o filho. A polícia ainda está aguardando o resultado dos exames toxicológicos para constatar se de fato a mãe foi dopada impedindo assim que ela pudesse agir em defesa do bebê.

“Teria havido o entorpecimento dela, misturado alguma substância na bebida por que ela disse que bebia, mas nunca ficava daquela forma completamente apagada como ela se viu, então a gente pediu o exame toxicológico pra ver se realmente pode ser identificado alguma outra substância no sangue, não sei se será possível identificar, mas talvez isso venha a mostrar que nem negligente ela foi, por que na realidade ela ficou impedida de agir de todas as formas”, relata Anamelka.

Foto: Emanuel Oliveira/ 180graus

O bebê continua internado no Hospital de Urgência de Teresina em situação estável. Ele aguarda a recuperação da lesão no lábio para a análise de um possível enxerto para a reconstrução do tecido.

AMEAÇAS
Em depoimento, segundo a delegada, a mãe da criança informou já ter sofrido ameaças e agressões por parte do marido em outras ocasiões durante anos, incluindo momentos antes dela ter apagado no dia da agressão contra o bebê.

Fonte: 180 Graus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing