25/01/2018

Caso Banda Bandida: Polícia indicia cabo do Exército por três crimes


O cabo do Exército Wanderson Lima Fonseca foi indicado pelos crimes de tentativa de homicídio, porte ilegal de arma e por lesão corporal. Ele estava em uma festa pré-carnavalesca, a Banda Bandida no Centro de Teresina, no dia 13 de janeiro deste ano, quando se envolveu em uma discussão com outro folião. 


O inquérito policial, de acordo com o delegado Anfrísio Castelo Branco, titular do 1º Distrito de Polícia Civil de Teresina, foi concluído e enviado à Justiça na última segunda-feira (24).

Anfrísio Castelo Branco ressaltou que o amigo do cabo, Francisco Felipe Marques, que o acompanhava na festa e foi preso em flagrante, não foi indiciado. 

“O amigo não foi indiciado. Ele estava preso, então deve ser relaxada à prisão com o não indiciamento”, acrescentou. 

“A gente conseguiu com as testemunhas compreender que ocorreu uma ‘briga de bar mesmo’, aquela história de ‘encarar’ e que deu origem a confusão. Não foi nada premeditado”, disse o delegado. 

Além de Paulo Roberto Rodrigues, duas pessoas foram atingidas com os disparos. Paulo foi o que ficou em estado mais grave. Ele perdeu parte do intestino. Paulo continua internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 

O Cidadeverde.com também entrou em contato com o 2º BEC, onde o cabo é lotado e está recluso durante a prisão preventiva. O 2º BEC informou que o procedimento administrativo contra ele ainda está em andamento. 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing