28/04/2018

Golpista vende veículo falso na web e ainda faz ameaças; veja como evitar


Policiais do 12° DP (no bairro Ininga) investigam a ocorrências de golpes na internet com a venda de veículos. O alvo é um dos maiores sites de vendas do País, a OLX que atua em 118 países publicando anúncios na Internet. A empresa enviou nota ao Cidadeverde.com sobre o caso e faz recomendações aos internautas. Veja abaixo. 


Pelo menos três vítimas registraram boletim de ocorrência em Teresina. 

De acordo com as informações, relatadas nos boletins de ocorrências, o modo operante da quadrilha é o mesmo em todos os casos denunciados. Eles fazem o anúncio de venda dos carros no site de compra e venda, pedem uma transferência inicial, com valores de R$ 1 mil a R$ 5 mil, para supostamente retirarem o carro do pátio. A vítima faz o depósito e aguarda a chegada do veículo, que nunca chega, e só então percebe que foi vítima de um golpe.

Segundo informações da Polícia Civil uma das vítimas chegou a ser ameaçada pelos bandidos afirmando que é do "Comando Vermelho", facção criminosa, e o ameaçou de morte. 

Neste caso, o golpista ofereceu um veículo Celta 2006 no valor de R$ 7 mil. A vítima negociou com um rapaz de nome "Lucas" e pediu R$ 1.500 que seria para retirar o carro que estava em Piripiri e solicitou mais R$ 1 mil para o frete.

Uma das vítimas é uma estudante de Direito que viu uma dessas ofertas. Ela depositou R$ 5 mil e quando ligou de volta para saber da demora da chegada do veículo, o bandido disse que era um golpe e ainda a convidou para fazer parte da quadrilha.

A polícia alerta a população que desconfie de propostas de compras que sejam por transferências ou cheques e sempre procurem saber a origem dos vendedores em sites de compra e venda de produtos.

A OLX esclarece que a atividade da empresa consiste na disponibilização de espaço para que usuários possam anunciar e encontrar produtos e serviços de forma rápida e simples. Segundo a empresa, diariamente, cerca de 500 mil novos anúncios são inseridos na plataforma. "Toda negociação é realizada fora do ambiente do site, assim, a empresa não participa das transações feitas entre os usuários", esclarece.

"A empresa reforça que a ferramenta foi criada para auxiliar no desenvolvimento social e econômico do país e que os usuários devem respeitar os Termos e Condições de Uso do site (http://www.olx.com.br/copyright.htm). Infelizmente, algumas vezes as ferramentas da Internet são utilizadas por terceiros de má índole. A empresa condena este tipo de atitude, pois ela vai contra as regras da OLX", ressalta a nota.

A empresa também deu dicas para o internautas evitar cair em golpes.

Prefira fechar negócio em um lugar público. Sempre que possível, vá acompanhado;

Evite realizar qualquer tipo de depósito antecipado (pagamento de entrada) sem antes ver o veículo de perto. Certifique-se de que ele existe, está em bom estado e contém todos os acessórios anunciados;

Caso esteja negociando com uma concessionária, busque sempre ir ao local. Novamente, evite qualquer pagamento antecipado;

Verifique se o vendedor é o proprietário legítimo do veículo. Você pode verificar se o documento do carro é verdadeiro entrando em contato com o DETRAN. Aproveite também para verificar, pelo Renavam, se o veículo tem multas e IPVA pendentes;

Ao entrar em contato com o vendedor, evite negociações com terceiros. Certifique-se de que vendedor é o legítimo proprietário, evitando aceitar contatos de terceiros;

Mais dicas estão disponíveis no link: http://bit.ly/dicas-comprar-OLX

"Vale lembrar que a OLX também disponibiliza um botão de denúncia em todos os seus anúncios, possibilitando que qualquer pessoa denuncie eventuais práticas irregulares ou conteúdos indevidos. Nestes casos, a empresa consegue deletar o anúncio e banir o usuário da plataforma".

Flash Yala Sena e Karla Danielle
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google