15/12/2017

Operação PC 24H realiza mais de 90 prisões e sete apreensões em um dia no Piauí

A operação continua até o meio-dia desta sexta-feira (15) em Teresina e no interior do Piauí.

Delegado geral fala sobre Operação PC 24H considerada a maior do estado

A segunda fase da operação PC 24H deflagrada nessa quinta-feira (14) pela Polícia Civil realizou 94 prisões, além de cumprir diversos mandados de busca e apreensão em todo o estado do Piauí. Em Teresina, foram presas 46 pessoas e no interior foram 48 detidos. A PC 24H faz parte da operação PC 27, realizada em todo o Brasil no intuito de combater diversos tipos de crimes.

Além das 94 prisões realizadas no Piauí, sete menores foram apreendidos no estado até as 23h dessa quinta-feira. Armas, drogas e munições também foram encontradas e apreendidas em diversos locais.

Polícia Civil cumpre mandados de prisão em todo o Piauí (Foto: Divulgação/Secretaria de Segurança do Piauí)

Segundo o delegado geral Riedel Batista, além da Polícia Civil, a operação conta também com o apoio da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal. No combate à corrupção, instituições como o Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado (TCE), Tribunal de Contas da União (TCU) e Controladoria Geral da União (CGU) também forneceram suas contribuições.

Um dos casos que tiveram destaque durante a operação aconteceu na cidade de Bom Princípio, onde vereadores e familiares do prefeito da cidade são acusados de fraudar um concurso público da prefeitura. O promotor de justiça Rômulo Cordão, do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), explicou que foram cumpridos mandados de busca e apreensão em diversas residências na cidade e na prefeitura.

Policiais e membros do Ministério Público realizaram buscas na prefeitura de Bom Princípio do Piauí. 
(Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

"Nas buscas realizadas ontem conseguimos obter vários documentos na casa dessas pessoas e, via de regra, a fraude seria através do acesso antecipado às provas e gabaritos. A empresa que realizou o concurso não existia, era de fachada", apontou o promotor.

O delegado geral Riedel Batista destacou ainda que a operação continua até o meio-dia desta sexta-feira (15) na capital e no interior do estado.

Fonte: G1 Por BDPI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google