08/11/2017

Garoto achado em cela no Piauí passa a viver com tios a partir de dezembro

Menino e os outros três irmãos vão morar em Alto Longá com tios maternos a partir do fim do período letivo. Garoto foi encontrado em presídio em Setembro.

Menino de 13 anos foi encontrado debaixo da cama de um detento (Foto: Divulgação / Sinpoljuspi)

O adolescente de 13 anos encontrado dentro de uma cela na Colônia Agrícola Major César Oliveira será encaminhado em conjunto com os três irmãos, que atualmente estão em um abrigo, para a convivência com parentes no fim do período letivo. Segundo a juíza da 1ª vara da infância e da juventude de Teresina, Maria Luiza de Moura Melo, parentes vão receber os 4 irmãos no começo de dezembro.

“Ele está em Teresina até o término das aulas. Só depois que terminar as aulas que ele vai voltar para Alto Longá, para a casa de parentes porque a mãe não tem condições de recebe-los”, explicou a juíza. O garoto e os três irmãos foram transferidos para um abrigo no começo de outubro, porque segundo a juíza, a situação do menino e dos três irmãos é de extrema vulnerabilidade. O pedido de transferência dos irmãos de 8, 9, 12 e 13 anos foi feito pelo Conselho Tutelar.

Ela explicou que o acolhimento das crianças pelos parentes é pensado para evitar a quebra de laços familiares “São 4 crianças. Um parente fica com dois e outro fica com dois, mas na mesma cidade para não quebrar os vínculos e manter o convívio entre eles”, explicou a juíza acrescentando que os parentes são tios maternos e que em Teresina os irmãos tem apoio de equipes do abrigo e do juizado da infância e juventude.

A juíza Maria Luíza de Moura Melo contou ainda que não houve necessidade de acompanhamento para os irmãos na escola em que estudam, devido as duas equipes que dão suporte no abrigo. “Como estão inseridos na escola vão esperar a conclusão do ano letivo e ao final voltam para a origem deles, que é Alto Longá. Mas, não na casa da mãe porque ela está morando em um quarto na casa de parente”, afirmou a juíza.

Colônia Agrícola Major César (Foto: Reprodução/TV Clube)

Pai e detento estão presos
No dia 30 de setembro o adolescente de 13 anos foi encontrado escondido em uma cela da Colônia Agrícola Major Cesar Oliveira, localizada no município de Altos, a 38 km de Teresina, Norte do Piauí. De acordo com agentes penitenciários, o menino foi localizado debaixo da cama de um detento preso por estupro.

A justiça decretou a prisão do pai das crianças e do detento com quem o garoto ficou e negou o pedido de prisão da mãe do adolescente, sob alegação de que apesar de ter sido negligente, ela possui bons antecedentes e não queria que o menino dormisse na penitenciária.

O pai foi preso assim que o mandado foi expedido, na própria delegacia de Altos, quando buscou o delegado para comunicar que faria uma viagem. Já o cumprimento do mandado de prisão contra o detento se deu na Colônia Agrícola Major César Oliveira. Ele foi conduzido novamente para o regime fechado, já que cumpria pena no semiaberto.

Casa abriga presos por estupro na Major César (Foto: Divulgação/Sinpoljuspi)

Garoto dormiu em ala com sete presos por estupro
A ala da Colônia Agrícola Major César Oliveira onde o adolescente de 13 anos foi encontrado abriga pelo menos sete presos que cumprem pena por estupro, segundo o Sindicato de Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi). O sindicato disse que o garoto permaneceu por cerca de 18 horas na penitenciária. Segundo a Secretaria de Justiça (Sejus), a ala abriga 25 presos, a maioria por crimes sexuais.

Para o delegado Jarbas Lima, o abuso sexual não ocorreu, mas tudo leva a crer que o garoto poderia ser molestado. Ele destacou que a ação diligente dos agentes penitenciários na vistoria talvez tenha impedido o crime.

Fonte: G1/PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta