19/08/2017

Pneu de viatura dos Bombeiros estoura e carro quase capota no Piauí

O G1 procurou a Assessoria de Imprensa do Corpo de Bombeiros, mas até a publicação da reportagem ninguém foi encontrado. 


Pneu de viatura improvisada de Corpo de Bombeiros saca e carro quase capota em Teresina (Foto: Divulgação/ Abmepi) 

Homens do Corpo de Bombeiros por pouco não sofreram um grave acidente durante atendimento a ocorrência de incêndio em Teresina. O pneu da viatura estourou e o carro quase capotou. O G1 procurou a Assessoria de Imprensa do Corpo de Bombeiros, mas até a publicação da reportagem ninguém foi encontrado. 

A Associação dos Bombeiros e Policiais Militares do Piauí (Abmepi) disse que a corporação trabalha em péssimas condições e circular com pneus carecas faz parte do cotidiano. De acordo com os militares ouvidos, o carro não é adequado e nem está em boas condições de uso. 

Segundo a Associação, este carro específico não tem equipamentos necessários para combater o fogo em área urbana. Além de não atender às exigências do Código de Trânsito Brasileiro, já que não possui cinto de segurança. 

“Essa viatura estava disponibilizada para a Infraero e foi trazida do Aeroporto de São Raimundo Nonato e adaptada para atender ocorrências em condições urbanas e rurais, mas é preciso ressaltar que ela é apropriada somente para atender incêndios de aeronaves no perímetro que é correspondente ao aeroporto e agora lá está sem uma viatura. Este carro não deveria estar circulando pelas ruas em alta velocidade se não possui cinto de segurança. Já pensou se este carro tivesse capotado? Os bombeiros teriam ficados gravemente feridos ou quem sabe teriam morrido”, denunciou Capitão Anderson Pereira, presidente da Abmepi. 

O presidente da Associação denuncia ainda falta de equipamentos e efetivo. Conforme Anderson, a corporação está recuperando pneus, colocando uma capa de borracha sobre o pneu velho. 

O fato aconteceu na terça-feira (15) quando a viatura se dirigia até o povoado São Domingos, nas proximidades da Cerâmica Fortes, região da Santa Maria da Codipi, Zona norte de Teresina, para atender a um chamado de incêndio em um canavial. 

“Além da pouca estrutura, nós ainda temos que enfrentar uma carga de trabalho exaustiva porque o Corpo de Bombeiros conta com um efetivo de apenas 20 homens em dois pontos para atender toda Teresina, quando o ideal seria um efetivo de 80 bombeiros em quatro pontos da cidade”, reclamou. 

A situação de descaso também acontece nas cidades de Floriano, Parnaíba, Picos, onde de acordo com Abmepi há apenas um ponto de atendimento.“Esta situação já foi denunciada para as autoridades competentes, mas parece que eles não estão nem um pouco preocupados com a integridade física ou vida dos nossos militares”, lamentou o capitão.

Fonte: GI PI 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Curta