24/01/2023

Motoristas e cobradores realizam manifestação na Avenida Marechal

Os manifestantes atearam fogo em pneus e obstruíram uma parte da movimentada via da capital. 

Manifestação de cobradores e motoristas de ônibus em Teresina.Foto: Junior Santos/Lupa1

Motoristas e cobradores do transporte público de Teresina se reuniram em uma manifestação na manhã desta terça-feira (24) em frente à Câmara Municipal de Teresina e interditaram um trecho da Avenida Marechal Castelo Branco. Os manifestantes atearam fogo em pneus e obstruíram uma parte da via. 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro), Antônio Cardoso em entrevista ao Lupa1 reforçou que não é contra as reinvindicações da prefeitura, mas que busca melhores condições no transporte público da capital. “A gente não é contra a gratuidade de jeito nenhum. Mas a população está clamando é por transporte de qualidade. E a gente já viu que se eles vierem com esse projeto vai ser sucateado”, declarou o diretor.
Reunião com vereadores

Os motoristas e cobradores do transporte público de Teresina se reuniram com alguns vereadores da Câmara Municipal de Teresina. O vereador Dudu (PT) tentou amenizar a situação e destacou que busca diálogos para a solução dos problemas. “Ninguém do sistema vai ser demitido ou deixar de receber seus direitos. Nós vamos dialogando. Eles estão insatisfeitos com toda razão pois tem trabalhadores com salário atrasado. Enfim problemas tem de sobra, mas vamos continuar intensificando a conversa para encontrar soluções”, declarou o vereador.

 
Reunião com vereadores.Foto: Junior Santos/Lupa1

Participaram também da reunião os vereadores Evandro Hidd, Deolindo Moura, o presidente da câmara Enzo Samuel, Luís Lobão além de representantes sindicais do Sintetro e outros órgãos.

Estopim
De acordo com o Albertino Ribeiro, diretor de comunicação da ULCORT (União dos líderes comunitários da comissão de transportes de Teresina) uma reunião foi realizada na tarde dessa segunda-feira (23) na prefeitura de Teresina onde foram apresentadas propostas para solução da crise de transporte público. De acordo com o militante um não acordo entre prefeitura e trabalhadores motivou a manifestação nesta terça-feira (24). A proposta de gratuidade nos ônibus em Teresina incendiou a crise do transporte público que segue sem um acordo definido.

 
Ônibus da capital.

Fonte: Portal Lupa1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing