24/01/2023

Criança de dois anos foi morta por engano em rixa, diz delegado do DHPP

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

O delegado Genival Vilela, do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), afirmou nesta segunda-feira (23) que a criança de 2 anos, que morreu baleada no bairro Nova Brasília, zona Norte de Teresina, foi morta por engano. O alvo dos criminosos era o pai da vítima, Josemir Barbosa dos Santos, 48 anos, suspeito de participar de um duplo homicídio em julho de 2022.

Segundo o delegado, o crime deste domingo teria sido motivado por vingança.

“Ele, a esposa e mais outro casal assassinaram dois indivíduos. A tese dele é de que foi legítima defesa, numa discussão e teve que efetuar os disparos. Foi comprovado que os dois casais estavam envolvidos nesse duplo homicídio”, ressaltou o delegado Vilela.

Josemir Barbosa foi atingido por dois disparos na região das costas e um na perna. Já a criança de 2 anos foi atingida no tórax e morreu após receber atendimento médico. O homem está internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Prisão
O delegado Genival Vilela esteve no hospital para interrogar Josemir e cumprir um mandado de prisão em aberto por conta do duplo homicídio, que aconteceu em julho de 2022. Até o momento, duas pessoas foram presas por conta das mortes do ano passado.

A esposa de Josemir, que também está com um mandado de prisão em aberto e estava ontem no momento dos disparos, fugiu e não foi localizada até o momento. O pai da criança já está sob custódia no HUT. Ao receber alta, ele deverá ser direcionado a uma unidade prisional.

“O mandado de prisão está cumprido. Ele está sob custódia da polícia, então deve sair de lá para a prisão. Ele sofreu dois tiros nas costas e um na perna. Ele está estável”, acrescentou o delegado.

Duplo Homicídio
Marcelo Pinho da Silva, 34 anos, e Geovane Tavares da Silva Fernandes, 25 anos, foram mortos a tiros no bairro São Joaquim, zona Norte de Teresina, no dia 5 de julho de 2022. Naquela época, a PM informou que os dois estavam na casa de Marcelo quando a casa foi invadida por criminosos e executaram os homens.

Após investigações, os policiais identificaram dois casais como suspeitos do duplo homicídio e a Justiça expediu os mandados de prisão contra eles.

Nataniel Lima
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing