08/12/2022

'Barbie' é presa suspeita de exploração sexual de menores no Piauí

Ela foi autuada pelos crimes de cárcere privado, prostituição de menores e furto de energia. 

Prisão de BarbieReprodução / WhatsApp

Uma mulher identificada como Samara Nascimento Nóbrega, conhecida como Barbie, proprietária de uma casa de prostituição, foi presa suspeita de exploração sexual de menores nesta quarta-feira (07), em Parnaíba. A informação foi obtida com exclusividade pelo Lupa1.

Ao Lupa 1, o delegado Willams Pinheiro relatou que a Polícia Civil recebeu a informação através de uma investigação da polícia do Pará, de que haveria uma adolescente em situação de cárcere privado no "Bar da Barbie". Logo em seguida, a equipe foi até o local e encontrou uma jovem de 17 anos.

"Esse fato chegou ao nosso conhecimento através da investigação da polícia do Pará. A Polícia Civil do Pará entrou em contato com a gente que possivelmente haveria um tráfico de menores aqui na nossa cidade. Fomos verificar esse endereço e coincidentemente o endereço foi numa casa, numa casa noturna, né? E lá nesse momento a Polícia Civil entrou e já flagrou uma menor de idade, uma adolescente naquele estabelecimento".

Delegado Willames Pinheiro. Foto: Renato Carlos/Lupa1

A prisão se deu após um descuido de Barbie. Durante investigações contra o patrimônio, foi identificado furto de energia no bar. Na ocasião, foi encontrado o gerente do local, que é namorado de Barbie. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes e autuado pelo delito. A menor foi entregue aos seus familiares.

"Nos últimos três dias, a gente estava fazendo campanha, fazendo as investigações para localizar. E no dia de hoje outra equipe da Polícia Civil fazendo investigações de crimes contra o patrimônio chegou ao local novamente dessa mesma casa noturna e foi feito um flagrante de furto de energia. O gerente desse bar, foi conduzido para a Central de Flagrantes e foi preso em flagrante, autuado em flagrante delito", disse o delegado Willames.

Sitio da BarbieReprodução / WhatsApp

Barbie tinha duas casas noturnas, uma na cidade de Parnaíba e outra na cidade de Luís Correia. Em ambas havia furtos de energia. Ela foi até a Central de Flagrantes quando soube que seu namorado estava detido por furto de energia e no ato foi dado cumprimento ao mandado de prisão.

"Conseguimos na Central de Flagrantes. Ela se apresentou, mas não que ela soubesse. Porque ela não era encontrada na cidade. Mas por essa situação do furto de energia ela acaba chegando na Central de Flagrantes e lá a gente deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva".

Conforme a vítima, ela veio do Estado do Pará para trabalhar como prostituta e sua passagem havia sido paga por Barbie. A menina ainda relata que o programa custava R$ 200,00, que era pago diretamente, sendo ainda acrescentado o valor de R$ 30,00 para uma pessoa conhecida como "Choró".

A suspeita foi encaminhada para o Instituto de Medicina Legal (IML) para realizar o exame de corpo de delito. Barbie foi autuada pelos crimes de cárcere privado, prostituição de menores e roubo de energia.

Fonte: Portal Lupa 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing