14/11/2022

PI: usando muletas, mãe de criança morta em tentativa de assalto presta depoimento

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

A manicure Dayane Gomes, mãe da criança morta em uma tentativa de assalto no bairro Ilhotas, esteve na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) na manhã desta segunda-feira (14) . Ainda bastante debilitada e usando muletas, ela precisou ser conduzida por uma equipe da Polícia Civil até o local do depoimento.

Dayane chegou ao DHPP por volta das 10h20 da manhã e preferiu não conversar com a imprensa. Ela foi atingida por um dos disparos na região da coxa e, por conta disso, está andando com auxílio de muletas.

O caso será investigado pela delegada Nathalia Figueiredo, do Núcleo de Feminicidio do DHPP, que também não concedeu entrevistas na manhã desta segunda-feira.

Ontem, em um desabafo publicado nas redes sociais, a manicure afirmou que o disparo que matou a filha, Débora Vitória, de 6 anos, partiu da arma de um policial militar, que teria reagido à ação do suspeito de assalto. O PM seria vizinho das vítimas. A versão é diferente da primeira apresentada, que apontava que o tiro teria partido da arma que estava com o suspeito, que foi preso no mesmo dia do crime.

"Tem muita gente aí dando versão que não é verdadeira [...] eu não reagi, a gente ia sair ilesa disso tudo, mas por irresponsabilidade de um policial que não tava preparado pra tá com uma arma na cintura, aconteceu tudo isso e minha filha não está mais aqui comigo por irresponsabilidade. Não é todo mundo que tem que tá com uma arma na cintura", disse a mãe, em vídeo publicado ontem.

Na manhã desta segunda-feira, o coordenador do DHPP, delegado Francisco Baretta, informou que um exame de de microcomparação balística vai apontar de qual arma saiu o disparo fatal. O resultado deve sair em até 10 dias.

Além da mãe, vizinhos do local do crime e outras testemunhas devem prestar depoimento.

O Policial Militar apontado como autor dos disparos também foi convocado e deve comparecer ao DHPP.

O caso
A menina Débora Vitória, de 6 anos, morreu na noite da última sexta-feira (14) durante uma tentativa de assalto no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina.

A mãe, Dayane Gomes, e a filha foram surpreendidas pelo suspeito que anunciou o assalto. Segundo testemunhas, uma terceira pessoa, que seria um policial militar, teria visto a ação e reagiu efetuando disparos.

Durante a troca de tiros, a criança foi atingida por um disparo. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A mãe também foi atingida por um disparo na perna.

Flash Nataniel Lima
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing