16/11/2022

PI: estudante de medicina Marcos Vitor é condenado a 33 anos de prisão por estuprar irmã e prima


O estudante de Medicina, Marcos Vitor Aguiar Dantas, foi condenado pela Justiça do Piauí, nesta quarta-feira (16/11) a 33 anos oito meses e sete dias de prisão pelo crime de estupro de vulnerável.

A decisão é do juiz Raimundo Holland Moura de Queiroz, da 5ª Vara Criminal. Marcos foi condenado a cumprir pena de 23 anos e quatro meses, pelo estupro da irmã e 10 anos, quatro meses e sete dias pelo estupro da prima.

O estudante de medicina de 23 anos ainda se encontra foragido por mais de um ano. Na decisão do juiz, Marcos foi absolvido de uma terceira denúncia de estupro também contra outra prima.

Marcos Vitor foi denunciado como suspeita de quatro estupros contra suas duas irmãs uma de 3 anos e outra de 9 anos, filhas de sua madrasta, e duas adolescentes do mesmo grupo familiar.

Entenda o caso!
Um estudante de Medicina é suspeito de abusar sexualmente de crianças, que são da sua família. A denúncia foi feita pela advogada mãe de uma das vítimas, que notou o comportamento diferente da filha de 12 anos, que revelou ter sido abusada pelo suspeito dos 5 aos 10 anos. O agressor é primo da vítima, um jovem estudante de medicina de 22 anos.

Os crimes teriam acontecido em vários lugares e eventos em família. “Não era uma relação entre primos, era uma agressão né(…) não dava pra perceber, ele era um menino perfeito, não tinha nenhum defeito assim, aparentemente ele nem chegava perto, na nossa visão ele nem chegava perto porque ele tinha namorada", disse a mãe da primeira vítima.

Fonte: Portal 180

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing