06/09/2022

PRF-PI: apreende o equivalente a mais de um campo de futebol de madeira ilegal


O condutor de 41 anos transportava madeira com indícios de falsificação nas documentações. De acordo com os documentos, a origem da carga seria Crateús-CE e a rota descrita era diferente da qual o condutor trafegava, o mesmo informou que o caminhão teria sido carregado no Piauí.

Policiais Rodoviários Federais realizaram a apreensão de 17,21 m³ de madeira que estava com a documentação adulterada. Os policiais identificaram o crime ambiental, na cidade de Piripiri, na BR 343, na madrugada do último sábado (05), ao abordar uma carreta conduzida por um homem de 41 anos.

Segundo os documentos apresentados pelo motorista, a carga vinha da cidade de Crateús/CE e tinha como destino final o município de Eunápolis/BA. Contudo, os policiais verificaram inconsistências na documentação e rota do veículo.

O motorista não trafegava pela rota descrita nos documentos e foi possível constatar que não havia carimbo de passagem em Posto Fiscal da Sefaz/PI ou Sefaz/CE, o que reforça a hipótese de que a carga na verdade teria origem no estado do Piauí e não no estado do CE, corroborando com a fraude na origem da madeira.

Ao ser indagado, o motorista apresentou sinais de nervosismo e informou que o caminhão teria sido carregado no Piauí, que não passou por nenhum Posto Fiscal da Sefaz e que estava vindo da cidade de Piracuruca/PI.

Diante dos fatos, foi constatado o crime ambiental, conforme Art. 46 da Lei Nº 9.605/98 e apreendidos 17,21m³ de madeira (estacas de sabiá), que equivalem a 1,16 hectares de área a ser recuperada, ou seja, mais de um campo de futebol.

Toda a carga de madeira juntamente com o veículo foram encaminhados aos órgãos ambientais, para os procedimentos cabíveis. O homem responderá por crime ambiental e Uso de Documentação Falsa.
Categoria

PRF -PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing