29/08/2022

PM aumenta número de apreensões de armas de fogo e tira 659 armas de circulação no Piauí

O número de apreensões representa um crescimento de 31%, no comparativo com o mesmo período do ano passado. Já o número de prisões cresceu 40%.

Polícia Militar do Piauí (Foto: Reprodução)

Dados da Polícia Militar do Piauí mostram que de janeiro a agosto de 2022, a PM-PI tirou 659 armas de fogo de circulação no território piauiense. O número de apreensões representa um crescimento de 31%, no comparativo com o mesmo período do ano passado. Já o número de prisões cresceu 40%. Os resultados são atribuídos à estratégia de avaliação permanente dos índices de criminalidade por região, o respectivo planejamento operacional e o direcionamento de ações de enfrentamento ao crime.

O alto índice de apreensão de armas, segundo o comandante-geral da PM-PI, Scheiwann Lopes, é potencializado pelo uso de recursos tecnológicos disponibilizados ao setor de inteligência.

“Desenvolvemos softwares e sistemas de inteligência, aplicativos, novas tecnologias que passaram a orientar a polícia. Temos agora o policiamento orientado pelo problema e apoiado pela tecnologia, que veio para otimizar a produtividade da Polícia Militar”, considerou.

O relatório de produtividade aponta ainda que a PM está prendendo mais. Este ano, 3.213 pessoas foram conduzidas, presas ou apreendidas e levadas a delegacias da capital e do interior do Estado. O crescimento é de 40% em relação a 2021, quando a Polícia Militar contabilizou 2.287 prisões no período analisado.

“Focamos nos mandados de prisão, pessoas que estavam monitoradas pela inteligência, conseguimos dar o bote e prender. O trabalho de inteligência e a parceria com a Polícia Civil e demais forças, a integração, proporcionou estas informações e a montagem de operações exitosas”, disse comandante-geral Lopes.

Fonte: Portal OitoMeia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing