25/08/2022

Mulher é presa suspeita de aplicar golpe do 'falso encontro' e roubar vítimas no Piauí

A prisão ocorreu durante a Operação Canto da Sereia, deflagrada pela Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI).

Delegacia Geral da Polícia Civil do Piauí em Teresina — Foto: Fernando Brito/G1

A Operação Canto da Sereia, realizada pela Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) da Polícia Civil do Piauí, cumpriu dois mandados de prisão preventiva e dois de busca e apreensão em Teresina nesta quarta-feira (24). Iniciada em 2021, a operação investiga roubo majorado praticado por uma associação criminosa.

De acordo com a polícia, uma das investigadas é suspeita de abordar homens em redes sociais, tentar seduzi-los e marcar encontros. O delegado Anchieta Nery conta que a mulher chegou a conversar por mais de um mês com uma vítima até conseguir marcar o encontro.

A vítima teria compartilhado a localização da sua residência, onde estava com amigos, para que ela o encontrasse. A informação foi usada para orientar os demais integrantes da associação e efetuar um assalto.

“Um dos homens envolvidos já foi condenado por efetuar roubo na casa de uma delegada da Polícia Civil, condenado a 12 anos de prisão. Tem também outra condenação a 10 anos de prisão por roubo na residência de um policial federal em Teresina. É uma quadrilha que pratica crimes graves, com violência, e estão sendo investigados outros crimes cometidos por essa organização”, relatou o delegado.

Outro caso relatado pela polícia foi que a mulher, ao ir a uma entrevista de emprego, deixou a porta aberta estrategicamente para que os parceiros entrassem e realizassem um roubo na empresa.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing