29/07/2022

Cliente assume que fez PIX de 0,01 centavo para pagar pizza e se arrepende

Foto: Renato Andrade/ Cidadeverde.com

O Cidadeverde.com identificou o falso cliente que fez o PIX de 0, 01 centavo e adulterou o comprovante para R$ 55 com a intenção de comprar uma pizza. Trata-se do auxiliar de pedreiro Paulo Victor, 19 anos, que reconheceu o erro e disse que tudo não passou de uma brincadeira. Ele declarou estar arrependido e "pagando caro".

O caso ocorreu em Teresina e ganhou repercussão nacional após a atitude do empresário, dono da pizzaria, que em resposta à "brincadeira de mau gosto", enviou só a massa da pizza assada, um brinquedo erótico e suco em pó "adoçado" com sal.


"Era pra ser só uma brincadeira, uma trolagem. Eu era cliente da pizzaria há muito tempo, pagava direitinho, mas inventei de fazer isso. Eles me deram o troco, me mandaram umas coisas imoral. Quando vi, mandei mensagem dizendo que ia me explicar, mas eles não me escutaram e bloqueei. Mais tarde comecei a receber ligações de Minas Gerais, Mato Grosso dizendo que eu estava famoso e só depois fui entender. Eu adulterei, mas era só uma brincadeira. Ele me deu uma resposta e pensei que ia parar nisso", lamenta Paulo Victor.

Em uma casa humilde, Paulo mora com os pais e as irmãs. Ele conta que está sendo ameaçado de morte e diz que também corre o risco de perder o emprego. O estudante foi recém-contratado em uma empresa no ramo da construção civil e recebeu o primeiro salário de R$ 1.100. Diariamente, ele atravessa a cidade de bicicleta para ir ao trabalho.

Foto: Renato Andrade/ Cidadeverde.com

"Comecei a trabalhar em firma agora, nem assinaram minha carteira ainda e corro o risco de ser colocado pra fora. Lá eu tô como ladrão porque o dono da pizzaria falou em um golpe de R$ 300, mas não fui eu", diz o estudante.

A situação tem abalado emocionalmente também sua família. Ele conta que jamais pensou que o caso teria tanta repercussão.

"Nem pensei no prejuízo que o dono da pizzaria ia ter, nem sabia desse golpe de R$ 300. Me arrependo pois tô conhecido no Brasil todo como golpista, meu nome tá sujo e corro o risco de perder meu serviço", desabafa o estudante.

Foto: Renato Andrade/ Cidadeverde.com

Paulo Victor garante que foi a primeira vez que fez a "brincadeira". Ele critica a atitude do empresário na divulgação dos seus dados pessoais e diz que pretende registrar boletim de ocorrência.

"Tá tentando ganhar mídia em cima de um pobre. Minha atitude foi errada, não vou mentir. Até pretendia voltar lá e pagar a pizza mesmo sem ter consumido. Ter meus dados e WhatsApp expostos está sendo uma humilhação", conta o estudante que diz que "pretende colocar a cabeça no lugar para se livrar da situação".

O proprietário da pizzaria registrou um boletim de ocorrência e o caso será investigado pela Polícia Civil. Não é a primeira vez que ele é vítima de um golpe. Ele conta ainda que há cerca de um mês teve um prejuízo de R$ 300 após três PIX falsos. "Não sabemos se foi a mesma pessoa, só sei que ficamos no prejuízo", alerta o empresário.

Graciane Araújo
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing