29/07/2022

Ajude a salvar o Théo

Pequeno Théo luta pela vida desde o dia em que nasceu/Além do autismo, Théo foi diagnosticado com câncer no fígado

O pequeno Théo Ferreira Dias nasceu em Parnaíba, PI no dia 27 de maio de 2020, um mês antes do previsto por um erro médico, conforme relata a mãe. Logo após o nascimento, o bebê precisou ser internado e, a partir daí, teve início um árduo sofrimento e batalha diária pela vida. A criança parou de respirar espontaneamente, passando a ter crises de apneia (suspensão momentânea da respiração).

O bebê com um mês

Após 22 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 04 dias na Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (Ucin), o pequeno bebê Théo recebeu alta sem nenhum diagnóstico (segundo a equipe médica do hospital).

“Théo foi crescendo, mas sempre com um comportamento diferente do meu primeiro filho, fato que me chamava atenção. Nas consultas feitas em Parnaíba eu sempre relatava minhas dúvidas e sempre ouvia a mesma resposta: está tudo bem, ele é um bebê prematuro, de UTI. O desenvolvimento será mais lento mesmo”, frisa a mãe do garoto, Suzany Ferreira.

Em março deste, após passar por acompanhamento de um neuropediatra, a criança recebeu o diagnóstico fechado de autismo, quando a família foi para Teresina realizar uma série de exames como, ressonância do crânio com sedação e Bera (teste que verifica como os nervos auditivos e o cérebro respondem aos sons). Os exames apontaram várias lesões cerebrais ocasionadas pela falta de oxigenação no cérebro.

Início do tratamento em Teresina

Diante do resultado assustador e do tratamento intensivo que a criança precisaria ser submetida, a família teve que se mudar para a capital. A partir deste momento teve início o uso da medicação controlada e terapias, sendo que Théo passou a ser acompanhado por uma equipe multidisciplinar formada por terapeuta ocupacional, psicóloga, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, pediatra e neuropediatra. No entanto, com o tempo os comportamentos e agressões físicas que a criança tinha com ela mesma e com as outras pessoas foi aumentando.

“Ele começou a ficar muito irritado com tudo, chorava muito, não tinha mais qualidade de sono e começou a bater a cabeça contra a parede. Os dias foram passando e Théo ficava mais dependente de mim, ao ponto de não querer ficar com ninguém, a não ser comigo. O neuro trocou a medicação e aumentou a dosagem, porém, não obtivemos nenhuma melhora. As agitações, choros e agressões continuaram de forma mais intensa. Procuramos um neurocirurgião, quando foi constatado que Théo precisava de uma cirurgia no crânio devido a um nervo que se encontra fora do lugar e está confrontando com outro nervo, causando as sensações de choque na cabeça”, explicou Suzany.

Agravamento da doença e descoberta de um câncer

A situação do bebê que já estava difícil, ficou ainda mais complicada. Ele desenvolveu um quadro de diarreia intensa com sangramento acompanhada de febre. A pediatra passou algumas medicações, sem, contudo, surtir efeito. Foram aplicados antibióticos na veia, também sem sucesso.

A barriga do garoto começou a aumentar e ficar dura. No exame físico foi detectado que o abdômen estava bastante distendido. O menino passou ainda por uma ressonância do abdômen, por meio da qual verificou-se um aumento considerável do fígado e do baço. Quando o resultado do exame saiu veio mais um baque para a família: Théo estava com múltiplos nódulos hepáticos com aspecto neoplásico, sendo um deles de medida 9×6,5(cm). Ou seja, Théo foi diagnosticado com câncer.

“Fomos encaminhados urgentemente pra o oncologista e depois de vários exames Théo recebeu o diagnóstico de câncer no fígado”, conta a mãe entristecida.

Como contribuir

Sem parentes em Teresina, a família alugou um quarto em uma pousada e necessita de ajuda financeira para arcar com o tratamento da criança, como consultas, exames, terapias e remédios. A mãe do bebê criou uma conta no Instagram: salveotheodias , por meio da qual é disponibilizado o número do PIX para doações, além de ser compartilhado mais detalhes sobre o problema da criança.


Para contribuir com a campanha, a pessoa pode fazer um PIX para o número de celular (86) 99913-6702, em nome de Suzany Ferreira Silva. A pessoa pode também seguir a página, compartilhar a imagem abaixo nos stores do Instagram e marcar três amigos (NOS ESPAÇOS LARANJA) para também participarem desta corrente do bem!


Fonte: Blog do Pessoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing