07/06/2022

Presos em operação contra tráfico e lavagem de dinheiro no Norte do Piauí são da mesma família, diz PF

Grupo pertence a uma organização criminosa do estado do Ceará, que tenta se estabelecer no Piauí, segundo a Polícia Federal.

Suspeitos de negociar carros e imóveis para lavar dinheiro de tráfico de drogas são presos no Norte do Piauí — Foto: Polícia Federal

As treze pessoas presas por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, nesta terça-feira (7), nas cidades de Parnaíba e Cocal, são da mesma família. Segundo a Polícia Federal, o grupo pertence a uma organização criminosa do estado do Ceará, que tenta se estabelecer no Piauí.

Além das prisões, policiais cumpriram 36 mandados de buscas, sendo 35 em Parnaíba e Cocal, e um em Camocim, no Ceará. Nos locais, foram identificados e apreendidos veículos e imóveis comprados com dinheiro ilícito e registrados em nome de terceiros, para proteger os criminosos.

Conforme o delegado Albert Paulo Sérvio de Moura, a família era investigada pelos policiais desde 2021 e parte dos presos está diretamente ligada ao tráfico de drogas e outra à lavagem do dinheiro. Contas bancárias relacionadas à família devem ser bloqueadas e passar por perícia.

“Todas essas pessoas estão indiciadas pelo crime de organização criminosa. Existe uma divisão de tarefas, cada pessoa tem uma tarefa específica dentro da complexidade do crime. Parte dessas pessoas utilizavam suas contas bancárias pra receber valores e comprar veículos e imóveis, que servem como estudo de logística da facção”, explicou o delegado.

Suspeitos de negociar carros e imóveis para lavar dinheiro de tráfico de drogas são presos no Norte do Piauí — Foto: Polícia Federal

De acordo com o delegado, o número de apreensões está sendo contabilizado. Ainda não há informações sobre qual o prejuízo estimado do esquema criminoso de lavagem de dinheiro.

“Tudo isso precisa ser submetido à perícia para que haja uma mensuração, um cálculo objetivo e técnico do valor desse patrimônio que tá sendo recolhido", completou Albert Paulo Sérvio de Moura.

A operação, intitulada Desmonte 5, é realizada por aproximadamente 200 integrantes da Força Tarefa de Segurança Pública, composta por Polícia Federal, Civil, Militar, Penal e Rodoviária Federal.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing