02/06/2022

Capitã da PM é condenada a dois anos de prisão por extravio de inquérito policial, no Piauí

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

Uma capitã da Polícia Militar do Piauí (PM-PI), identificada como Andreia Dorta Monteiro do Nascimento, foi condenada a dois anos de reclusão por extravio de um inquérito policial. O cumprimento inicial da pena será em regime aberto e a acusada poderá recorrer da decisão em liberdade.

A sentença foi dada pela juíza Valdênia Moura Marques de Sá, titular da 9ª Vara Criminal de Teresina (Justiça Militar) que presidiu o Conselho Especial de Justiça. A magistrada entendeu que ficou provado nos autos que a acusada não devolveu um inquérito policial do qual era encarregada de cumprir diligência solicitada por representante do Ministério Público.

"A denunciada confirma que recebeu os autos, mas que procedeu com a devolução dos mesmos. Contudo, ao ser questionada sobre o ofício ou recibo comprovando a entrega dos autos na Corregedoria da PMPI, informou que não se lembrava, devido a problemas de saúde por que passara”, cita a sentença.

Na dosimetria, a juíza ainda pontuou que a ré já havia sido condenada em outros dois processos, um por constrangimento ilegal e outro por descumprimento de missão, inobservância de lei e comunicado de falso crime. “(...) fica caracterizado os maus antecedentes devendo a pena ser aumentada na primeira fase da dosimetria da pena”, concluiu Marques de Sá.

Ao Cidadeverde.com, a defesa da militar disse que só irá se manifestar nos autos, mas informou que já recorreu da decisão.

Breno Moreno (Com informações do TJ)
redação@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing