13/04/2022

Polícia prende suspeito de furtar R$ 300 milhões de contas bancárias no PI

Os membros da organização criminosa mandavam links maliciosos para as vítimas e furtavam os seus dados bancários.

Rogério Pimenta estava morando no bairro Alto da Ressurreição com a esposa - Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Piauí juntamente com a Polícia Civil do Distrito Federal deram cumprimento nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, 13 de abril, ao mandado de prisão preventiva contra um homem identificado como Rogério Pimenta, membro de uma organização criminosa especializada em furto de contas bancárias.

A prisão foi coordenada pelo gerente de Polícia Especializada do Piauí, delegado Matheus Zanatta e se deu no bairro Alto da Ressurreição, na zona Sudeste. Rogério Pimenta, é natural de Brasília, mas estava morando em Teresina com a esposa.

A investigação iniciou no ano de 2019 pela Polícia Civil do Distrito Federal e verificou-se que uma grande organização criminosa com divisão de tarefas mandavam links maliciosos para as vítimas, fazendo o furto dos seus dados e coletando informações bancárias e logo em seguida faziam operações bancárias utilizando-se dos dados dessas vítimas.

"Estima-se que houve um prejuízo de R$ 300 milhões. As primeiras prisões foram feitas no Distrito Federal, no final do mês de março. Hoje em Teresina, fizemos a prisão desse indivíduo que era responsável por fazer a gerência dessa organização criminosa", declarou o delegado.

Rogério Pimenta foi encaminhado para a Central de Flagrantes para os devidos procedimentos e na próxima semana deve ser transferido para o Distrito Federal.

Prisão foi coordenada pelo delegado Matheus Zanatta - Foto: Divulgação

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing