08/04/2022

PI: Homem é preso após se masturbar na frente de passageira no metrô

Ao perceber o ato, a vítima denunciou o suspeito e outros passageiros imobilizaram o homem. Ele foi preso em flagrante na estação do Centro


Na manhã desta quinta-feira (07), um homem, cuja identidade não foi divulgada, foi preso em flagrante suspeito de importunação sexual contra uma estudante de 21 anos, dentro do metrô de Teresina. O suspeito seria um auxiliar de escrivão de 30 anos.

Em entrevista ao meionorte.com, o comandante do 1° Batalhão da Polícia Militar, Marcelo Barros, a ação aconteceu durante o trajeto entre a zona Sudeste e o Centro de Teresina.

Homem foi preso por importunação sexual na estação do Metrô, no Centro de Teresina - Foto: Divulgação/Paulo Barros

“Por volta das 7h30, a Polícia Militar foi acionada informando que um individuo estava comentando ato obsceno dentro do metrô. O suspeito foi dominado por passageiro e ao chegar na estação da Frei Serafim, fizemos a abordagem em flagrante e conduzimos o indivíduo para Central de Flagrantes”, declarou.

Ainda conforme informações do comandante, o homem estaria se masturbando na frente da passageira, que denunciou o ato e os demais passageiros imobilizaram o suspeito. “Conforme informações, ele não tocou nela, apenas estava cometendo ato obsceno na frente dela”, acrescentou.

O comandante afirmou ainda que aj jovem ficou muito nervosa com a situação e chegou a desmaiar. Ela precisou ser atendida pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) e encaminhada para o hospital.

Os policiais do 1º Batalhão da Polícia Militar encaminharam o suspeito para a Central de Flagrantes, junto com testemunhas para prestarem depoimento ao delegado do plantão. O homem nega as acusações.

A Companhia Metropolitana de Transporte Público (CMTP), emitiu uma nota de repúdio contra o ato.

LEIA A NOTA COMPLETA:
Na manhã dessa quinta-feira, 07 de abril, uma de nossas usuárias, foi importunada por atos libidinosos por outro passageiro, que rapidamente foi identificado pelos nossos policiais militares e conduzido para a central de flagrantes. A Companhia Metropolitana de Transporte Público - CMTP, vem a público repudiar toda e qualquer manifestação de importunação ou assédio sexual, crimes que devem ser combatidos dentro e fora do transporte público. É inadmissível que tais práticas sejam toleradas ou reproduzidas, devendo ser denunciadas e devidamente apuradas.

A CMTP reafirma seu compromisso em combater a importunação sexual e todos os tipos de violência ou abusos, contra passageiros e funcionários. O órgão também incentiva ainda que fatos que sejam conhecidos possam ser denunciados. Todo e qualquer usuário ou funcionário que for vítima, presenciar ou tomar conhecimento de tais abusos deve denunciar.

Para denunciar atos de assédio dentro das estações e VLTs, a pessoa pode se dirigir até a sede da companhia, situado na Estação Ferroviária de Teresina ou informar pelas nossas rede sociais @metroTeresinaoficial. Para notificações formais de denúncias, as vítimas de assédio, importunação sexual ou qualquer outro tipo de violência podem acionar a Polícia Militar presente em todas as viagens do VLT ou pelo 190, no momento da agressão, e buscar a delegacia da área para registrar um boletim de ocorrência.

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing