28/03/2022

Muitos parnaibanos mantêm uso de máscaras em ambientes abertos por cautela


Nesta segunda-feira (28) completam-se dois anos desde a primeira morte por Covid-19 no Piauí. Desde então, outras 7.720 pessoas faleceram no Estado. Em 22 de abril, o Governo do Estado decretou a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços públicos do Estado. A alta procura pelos itens de proteção causou desabastecimento no mercado, e voluntários começaram a fabricar as máscaras e outros assessórios.

As vacinas contra Covid-19 chegaram ao Piauí em 18 de janeiro de 2021. Desde o último sábado que o uso de máscaras teve grande flexibilização determinada pelo Governo. Em locais abertos e semiabertos só podem não usar máscaras quem está com o esquema vacinal completo, o que inclui a dose de reforço.

Muitas pessoas ainda preferem se manter resguardas com o uso de máscaras, realidade comum de ser vista na Praça da Graça, Centro de Parnaíba, onde circulam muitas pessoas. Este era um questionamento frequente da população sobre a flexibilidade do uso de máscaras. Para isto era necessário que em torno de 80% da população estivesse vacinada com consequente redução de ocupação de leitos.

O Decreto Estadual 20.784 de 26 de março de 2022 permite ainda que em ambientes fechados haja ocupação de 80% da capacidade do local, e em espaços semiabertos a ocupação de 100% foi permitida. Com a forma grave da Covid-19 em queda, as flexibilizações aumentam.

Fonte; Portal Costa Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing