04/02/2022

Suspeito de triplo homicídio no Maranhão é preso no Piauí

Foto: Hérlon Moraes

Um homem, que não teve a identidade revelada e suspeito de um triplo homicídio no Maranhão, foi preso no começo da tarde desta quinta-feira (3), em uma residência no Centro de Teresina durante uma ação conjunta das Polícias Civis do Maranhão e do Piauí.

“Esse indivíduo estava foragido e se escondeu na cidade de Teresina, já na iminência de fugir para o estado de Pernambuco. Ele é um dos principais suspeitos pela execução de três pessoas na cidade de Vargem Grande. Três mortes de maneira bastante violenta, com vários tiros”, explica Saul Laurentino, delegado de Vargem Grande.

No local também foram apreendidas uma pistola 9mm e um veículo, que seria usado para fuga. Um segundo suspeito do crime, que também era alvo do mandado de prisão preventiva, não foi encontrado no local e segue sendo procurado pela polícia. Os dois são irmãos.

“Essa segunda pessoa também desse triplo homicídio e estava morando nessa casa alugada, mas no momento em que chegamos ela não se encontrava mais e estamos a procura dela, que está com mandado de prisão em aberto. Segundo informações essa pessoa ainda pode estar em Teresina”, disse o delegado.

Após a prisão, o homem foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina, onde prestou depoimento e afirmou não ter participação na execução da qual é apontado como suspeito. “Ele está negando, mas temos elementos suficientes que comprovam sua participação nesse triplo homicídio”, enfatizou Saul Laurentino.

Antes de ser transferido para o Maranhão, o suspeito foi submetido a exame de corpo e delito no Instituto Médico Legal (IML). Segundo o delegado, além de responder pelo triplo homicídio e a posse de arma de fogo sem autorização, o homem foi autuado pelo uso de documentação falsa, apresentada no momento da sua prisão.
Entenda o caso

No dia 8 de dezembro de 2021, um veículo onde estavam três pessoas foi alvejado com cerca de dez disparos de arma de fogo, no Povoado Leite, em Vargem Grande. De acordo com as investigações da polícia, o crime tem relação com o conflito entre famílias ciganas daquela região maranhense.

As vítimas teriam sido confundidas com desafetos dos assassinos, supostamente o homem preso nesta tarde em Teresina e seu irmão, que conseguiu fugir antes da chegada da polícia, e uma terceira pessoa, por estarem em um carro com as mesmas características do que pertencia aos verdadeiros alvos.

Breno Moreno
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing