25/01/2022

Sobrinho é suspeito de matar o próprio tio a machadadas em casa no Piauí

A sobrinha acredita que a motivação do crime pode ter sido por conta de dinheiro e para fugir com uma menor de 13 anos em que ele mantém um relacionamento amoroso.

Sobrinho é suspeito de matar o próprio tio a machadas em casa no Piauí (Foto: Divulgação)

Um homem identificado como Pedro Henrique de Sousa Feitosa Pereira, é o principal suspeito de ter assassinado o próprio tio, o pintor Afonso César de Sousa Feitosa, de 56 anos, de forma brutal na cidade de Passagem Franca do Piauí, localizada a 107 km de Teresina. Seu corpo foi localizado na localidade Alto Alegre, zona rural de Barro Duro, no final da tarde da última terça-feira (18) e reconhecido na manhã de hoje por familiares no Instituto Médico Legal (IML) da capital.

O Meionorte.com conversou com Brenda Alves, sobrinha de Afonso César, que explicou que a família se deu conta do seu desaparecimento após ele não retornar mais as ligações e mensagens em que recebia. Dias depois começou a circular imagens de um corpo com as mesmas características de Afonso César.

“O crime ocorreu no domingo dia 16, que foi a última visualização dele no WhatsApp. Dez horas da noite ele sumiu e ninguém mais teve contato com ele. Ele sempre tinha o costume de viajar para os interiores por conta do trabalho dele de pintor e ficava sem sinal, mas sempre respondia. A gente começou a achar estranho. Quando foi no sábado a noite começou a circular a foto do corpo e era muito parecido com meu tio”, disse.

A sobrinha disse que a família foi no domingo (23) ao IML fazer o reconhecimento, mas não foi possível, devido o avançado estado do corpo. Já na manhã de hoje, foi realizado os exames através de digitais e foi realmente constatado ser o corpo do pintor, como a família suspeitava.

“O corpo do meu tio foi encontrado em estado avançado de decomposição em uma região de mata entre Barro Duro e Passagem Franca, onde teria sido desovado. Ele morreu por traumatismo craniano após receber machadadas na cabeça. A arma do crime foi encontrada na residência dele. Ele foi desovado lá. Ele foi morto dentro de casa”, reitera.

O suspeito Pedro Henrique de Sousa morava junto ao pintor e era usuário de drogas. A sobrinha acredita que a motivação do crime pode ter sido por conta de dinheiro e para fugir com uma menor de 13 anos em que ele mantém um relacionamento amoroso.

“O pedro Henrique está desparecido com uma menor de 13 anos com quem ele tem um relacionamento. O carro do meu tio que ele colocou o corpo dentro e desovou, passou em Barro Duro e abasteceu. Um frentista reconheceu ele e viu os dois. O carro foi visto pela última vez passando por Timon. Meu primo é usuário de drogas e o motivo pode ter sido por dinheiro, para roubar o carro do meu tio e fugir com essa menina", finaliza.

A família está divulgando nas redes sociais a foto do suspeito e a foto do carro, na tentativa das autoridades o localizarem. Um boletim de ocorrência foi feito na Delegacia de Barro Duro e a Polícia Civil está investigando o caso.

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing