28/08/2021

Áudio revela criminosos monitorando presença policial no Piauí

Foto: divulgação GAO

O Grupo de Apoio Operacional (GAO) prendeu parte de um grupo criminoso investigado por furtos a residências na zona Leste de Teresina. Ao todo, cinco pessoas foram conduzidas para a Central de Flagrantes, sendo que dois foram autuados por receptação. O Cidadeverde.com teve acesso a áudios no celular de um deles que mostram que a presença de policiais era monitorada e repassada para os demais por meio de um grupo de WhatsApp.


"O de menor aí é cagueta, o de menor tem que receber é o aço, fazer logo é dá um sumiço nele, não tem esse negócio de apoiar não. Se tiver por aí, já bota pra vazar. Da minha parte é dessa forma. Se eu chegar por aí na quebrada e ver ele por aí já sabe o que vai acontecer com ele. Tá ligado?", disse o áudio que consta em um celular apreendido pelos policiais.

Joattan Gonçalves, coordenador do GAO, explica que esse áudio foi gravado nesta sexta-feira (27), enquanto policiais empreendiam diligências no bairro Primavera e no Morro da Esperança, ambos na zona Norte de Teresina.

"Esse áudio foi durante a prisão do segundo deles. A gente fazia a diligência e eles acompanhando e repassando pelo WhatsApp. Esse que gravou o áudio parece bastante irritado porque eles ia se entregando e a ordem dele é pra matar quem cagueta. Eles criaram esse grupo de WhatsApp e pediam que fotografassem ou filmassem carros descaracterizados que podiam ser da polícia, justamente, para alertar os demais pra se esconderem ou fugirem", explica Joattan Gonçalves.

ARROMBAMENTO, FURTO, ROUBO E RECEPTAÇÃO.

Joattan Gonçalves explica que os suspeitos fazem parte de um esquema que envolve arrombamentos, furtos, roubos e receptação a residências na zona Leste. O GAO conseguiu recuperar TVs, monitores, entre outros objetos.

Equipe do GAO responsável pela investigação e prisões

"Recebemos determinação do delegado geral para investigar uma onda de arrombamentos na zona Leste. Identificamos que eles moravam na zona Norte. É um grupo grande. Andamos em várias residências e um foi entregando o outro. No total, conduzimos quatro homens e uma mulher. Todos se conhecem e agem juntos. Um dava a fita para o outro e dizia o lugar que era mais fácil ou não porque a polícia andava por lá", explica Gonçalves.

Cinco foram conduzidos à delegacia e dois deles presos nesta sexta-feira (27). Foto: divulgação GAO

As investigações do GAO indicam que os suspeitos não tinham um horário específico para praticar os furtos e roubos.

"Nem todos são arrombadores, mas participavam do esquema. Quem a gente identificou como receptador ficou preso, pois é um crime que não precisa ser flagrante. Já os demais, vamos pedir as prisões", finaliza o coordenador do GAO.

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing