23/07/2021

Polícia prende dois suspeitos de render frentista e roubar R$ 30 mil de posto de combustíveis no Piauí

Os dois homens teriam participado do assalto ao posto de combustíveis no cruzamento da Avenida Duque de Caxias com Petrônio Portela, na Zona Norte de Teresina, em 13 de julho de 2020.

Suspeitos de render frentista e roubar R$ 30 mil de posto de combustíveis são presos em Teresina — Foto: Divulgação/PCPI

Dois homens identificados como Manoel Oliveira Moreira e Herlon Wallas Pinheiro Alves foram presos nesta sexta-feira (23), na Zona Sudeste de Teresina, segundo o Grupo de Repressão ao Crime Organizado, da Polícia Civil do Piauí.

Eles são suspeitos render um frentista durante roubo ao posto de combustíveis no cruzamento da Avenida Duque de Caxias com Petrônio Portela, na Zona Norte de Teresina. O crime aconteceu há 10 dias, em 23 de julho deste ano.

Assaltantes fazem frentista refém e arrombam cofre de posto de combustível na Zona Norte de Teresina — Foto: Reprodução

Segundo a polícia, os dois foram presos no bairro Gurupi, Zona Sudeste. Manoel, conforme relato da polícia, foi o responsável conduzir o carro usado no crime e onde foi levado o funcionário rendido. No cativeiro onde o frentista foi mantido, os policiais apreenderam o carro e drogas.

“Renderam o funcionário do posto e o levaram para um cativeiro enquanto era arrombado o cofre do posto. O funcionário foi liberado e deixado na Ladeira do Uruguai, após a subtração de cerca de R$ 30.000,00”, informou em nota o Greco.

A polícia informou ainda que Herlon Wallas, também suspeito de participação no crime, é um dos líderes de uma facção criminosa no Maranhão. Ele já possuía dois mandados de prisão em aberto por homicídio e organização criminosa.

O crime
Assaltantes arrombam cofre de posto de combustível e fazem frentista refém na Zona Norte de Teresina — Foto: TV Clube

Um grupo de criminosos assaltou o posto de combustíveis e arrombou o cofre do local. Um frentista que trabalhava na hora do crime foi feito refém e levado pelos criminosos durante a fuga, sendo liberado quatro horas depois, no povoado Taboca do Pau Ferrado, na zona rural da capital.

Os assaltantes renderam o frentista e o deixaram trancado em um carro, enquanto abriam o cofre do posto. O arrombamento demorou de 3 a 4 horas. Os assaltantes teriam usado ferramentas para abrir o cofre sem precisar usar explosivos.

O frentista foi levado pelos assaltantes e liberado a cerca de 17 quilômetros do posto de combustível. Ele foi resgatado em seguida, pelos policiais do 8º Batalhão de Polícia Militar.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing