10/06/2021

PF cumpre 38 mandados contra facção criminosa em Timon, Caxias e Teresina

Fotos: Polícia Federal MA

Um dos suspeitos de integrar uma organização criminosa ligada ao tráfico de drogas com atuação na fronteira do Brasil com a Bolívia foi preso nesta sexta-feira (10) em Teresina, durante a Operação “Hesíodo”, deflagrada pela Polícia Federal do Maranhão. Além do mandado de prisão, a PF também cumpriu um mandado de busca e apreensão na capital piauiense.

O superintendente Regional da PF/MA, delegado Renato Madsen, afirma que, no total, aconteceram 14 prisões e o cumprimento de 24 mandados de busca e apreensão. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Caxias (MA), Timon (MA) e Teresina (PI).

“Essa organização criminosa estava sediada aqui na cidade de Caxias, mas, naturalmente, até em razão da atividade de tráfico de drogas, acaba se expandindo. A gente também teve cumprimento de mandados em Timon e Teresina, mas era uma organização que tinha outros laços para o lado do Pará, Açailândia, com ramificações na fronteira do Brasil e Bolívia”, comenta o delegado Renato Madsen.

O superintendente acrescenta que essa “organização criminosa tinha foco principal o tráfico de drogas, mas se envolveu com a lavagem de dinheiro com o que ela angariava com o tráfico e também outros crimes, como homicídio, furto e roubo, agiotagem”.

O delegado chefe da DPF de Caxias, Ronildo Lages, conta que as equipes vão contabilizar o total da quantia em dinheiro apreendida por meios dos mandados, além de verificar a procedências das armas e veículos apreendidos.

“Na casa de um dos alvos tinha, inclusive, uma máquina profissional de contagem de células, igual as utilizadas nos bancos. Alguns veículos, nós vamos fazer o levantamento do valor deles de mercado. Foram encontradas armas e serão verificadas se elas têm registro ou não”. A apreensão da máquina de contar dinheiro foi apreendida em Caxias.

A Polícia Federal no Maranhão deflagrou na manhã desta quinta(10), a Operação “Hesíodo” com o objetivo de desarticular facção criminosa com ramificação em vários estados da federação, inclusive no estado do Maranhão, responsável por tráfico de armas, drogas, crimes violentos e lavagem de dinheiro. 38 mandados estão sendo cumpridos em Timon-Ma, Caxias-MA e Teresina.

A investigação faz parte do desdobramento de um inquérito policial instaurado inicialmente para investigar grupos criminosos com envolvimento em roubos contra instituições financeiras e a transportadoras de cargas no interior maranhense.

Durante as investigações, a PF chegou a pessoas ligadas a facção criminosa com atuação nacional que estariam atuando em atividades ilícitas em Caxias e Timon.

“Os investigados teriam tarefas bem definidas dentro do grupo criminoso, alguns com a incumbência de serem o braço armado do grupo, realizando cobranças de dívidas, outros por realizarem a venda de drogas e armas e alguns por serem operadores financeiros para lavagem de dinheiro”, destaca nota da Polícia Federal no MA.


Foram deferidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de São Luís/MA, especializada em crimes praticados por organizações criminosas, 24 mandados de busca e apreensão, 14 mandados de prisão temporária, além de constrição patrimonial que estão sendo cumpridos nas cidades de Caxias/MA, Timon/MA e Teresina/PI.

Para cumprimento das medidas cautelares foram empregados 102 Policiais Federais, com apoio da Polícia Civil de São Luís, que trouxe cães farejadores, além dos grupos táticos do Comando de Operações Táticas – COT e apoio aéreo do Comando de Aviação Operacional – CAOP, grupos esses especializados em operações de alto risco.

Os envolvidos, caso condenados, podem responder em tese pela prática de crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo, tipificados, respectivamente, nos arts. 2º da Lei 12.850/13, art. 1º da Lei 9.613/96, art. 33, “caput” da Lei 11.343/06 e art. 12 da Lei 10.826/03.

A operação chama-se Hesíodo em alusão a um poeta grego que escreveu a obra Teogonia, na qual fez referência a origem de monstros da mitologia grega que espalhavam terror e miséria.


Caroline Oliveira
Com informações da PFMA
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing