30/01/2021

Menina de 3 anos arrastada por moto está em estado grave no Piauí

Evellyn Yasmin está entubada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), em estado grave.

Criança atropelada e arrastada está entubada no HUT, em estado grave (Reprodução/ WhatsApp)

Uma criança de apenas 3 anos, identificada como Evellyn Yasmin, foi arrastada por alguns metros após ser atropelada por uma motocicleta na noite desta sexta-feira (29), na região do bairro Promorar, zona Sul de Teresina. Ela está entubada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), em estado grave.

Em entrevista ao Meionorte.com, a mãe da menina, Emyllaen Stefania Nunes Resende, disse que quando aconteceu o acidente, sua filha estava brincando e andando de bicicleta na rua com sua outra irmã, de 8 anos. “Daí esse rapaz entrou com a moto com muita velocidade, não freou, arrastou ela, não parou de jeito nenhum e foi obrigado a população correr para tentar segurar a moto; para poder a moto parar e tirar minha filha debaixo”, afirmou.

Mãe da criança, em entrevista ao Meionorte.com ( Portal Meio Norte)

Quem conduzia o veículo era um adolescente de 14 anos morador da região, que não prestou socorro. “Ele ficou lá, mas a moto ficou, a menina no chão e ele não socorreu. Ele não ajudou; não se manifestou e nem socorreu minha filha. Não chegou ninguém lá, só um rapaz que chegou defendendo ele. Fui cobrar satisfações do porque ele tinha feito aquilo com minha filha e ele dizendo ‘eu não vi, eu não vi’. Como eu poderia me acalmar vendo minha filha debaixo de uma moto?”, reiterou.

A pequena Evellyn Yasmin foi levada de imediato a uma UPA da região para os primeiros atendimentos. Em seguida, devido a seu estado de saúde, a equipe plantonista decidiu pela transferência da menina para o HUT, onde ela precisou ser entubada. “O estado dela é grave. Só Deus para salvar ela. Ela está respirando por aparelhos. Eu só queria minha filha de volta e justiça, pelo que ele fez com minha filha. Ninguém se manifestou até agora”, declarou. A Polícia Militar não foi acionada, segundo a mãe. “Ainda não procurei, pelo fato do que aconteceu. Não tive chance de pedir ajuda, não tive força mais para nada”, completou.

Pedido de ajuda da família
Emyllaen Stefania Nunes pede que orem por sua filha, pois sua situação é delicada. Ela possui outros filhos menores e não há transporte para a locomoção ao hospital para as visitas. A família divulgou os seguintes contatos para quem possa ajudar de alguma maneira: 86 9839-6684 / 86 9432-0955 / 86 9430-9909.

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing