10/09/2020

PI: interno é suspeito de fingir ataque epilético e educadores são feitos reféns em Centro de Internação

Polícia Militar informou que foi acionada para conter princípio de rebelião; educadores feitos reféns ficaram feridos. Sasc ainda não se pronunciou sobre o caso.

Centro de Internação de Provisória em Teresina — Foto: Ellyo Teixeira/G1

Adolescentes são suspeitos de fazer reféns dois educadores do Centro de Internação Provisória (CEIP), em Teresina, depois que um dos internos teria simulado um ataque epilético, na última terça-feira (8). Segundo a Polícia Militar, houve um princípio de rebelião, que foi interrompido com a chegada da Tropa de Choque da PM.

O G1 procurou a Secretaria Estadual da Assistência Social e Cidadania (Sasc), responsável pela unidade educacional, que informou que ainda vai apurar detalhes do ocorrido.

“No local, a guarnição foi informada que um dos internos simulou que estava tendo um ataque epilético, e no momento que dois educadores foram prestar socorro, foram feitos de reféns, ambos conseguiram sair do bloco, mas foram lesionados”, informou a PM.

A PM disse que conseguiu chegar ao local onde os educadores estavam e os internos foram retirados do ambiente. Os policiais informaram que encontraram nos alojamentos ferros, espetos, entre outros objetos utilizados para manter os funcionários sob ameaça.

Depois da entrada da PM e do controle da situação, cinco dos internos foram conduzidos à Central de Flagrantes. Não há ainda detalhes sobre o estado de saúde dos educadores e nem há informações sobre se os jovens ficaram feridos na ação.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing