21/08/2020

Piauiense paga R$ 3 mil para não ter vídeo íntimo vazado na internet

Para não cair na cilada, veja na matéria algumas dicas para descobrir se um perfil é fake.

Piauiense é vítima do golpe 'Catfish' (Reprodução/ Freepik)

Um piauiense da cidade de Cocal, no norte do Piauí, teve que pagar R$ 3 mil para não ter um vídeo íntimo vazado na internet. O golpe, denominado de ‘Catfish’, se refere a pessoas que criam perfis falsos na Internet para enganar usuários emocionalmente e/ou financeiramente. Os criminosos costumam fingir interesse na vítima para conquistar sua confiança e depois aplicam o golpe, como extorquir dinheiro, vazar fotos íntimas, roubar dados bancários. O caso está sendo investigado pelo Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do município. 

De acordo com reportagem do Blog do Coveiro, o golpe foi aplicado no mês passado através do Facebook durante uma troca de mensagens. Segundo o agente de Polícia Civil de Cocal, Walter Brune, os detalhes sobre as vítimas e suspeitos não poderiam ser divulgados, mas que um caso semelhante já estava sendo investigado. Segundo ele, o homem passou a conversar com uma suposta mulher pelo Messenger. “Em determinado momento, os dois fizeram uma chamada de vídeo e ela pediu para que ele (vítima) ficasse nu, no qual ele cedeu ao pedido. O momento foi gravado através de uma captura de tela para ser usado na extorsão em seguida”, disse.

A suspeita começou a pedir R$ 10 mil inicialmente para não divulgar as imagens, no entanto, após negociações, o valor foi acordado em R$ 3 mil, sendo depositado em uma conta bancária repassada pela golpista, informou a reportagem. Ainda conforme Walter Brune, as investigações estão bem encaminhadas, com o dono da conta já identificado. Ele é de São Paulo e irá ser interrogado nos próximos dias. 

Perigos do golpe

Há diversos riscos, tanto emocionais quanto financeiros, para as vítimas do Catfish. O criminoso finge interesse na vítima para conquistar sua confiança e depois aplicar o golpe. Entre eles vazar nudes (fotos íntimas), extorsão de dinheiro e arquivos infectados com vírus que podem roubar seus dados pessoais e bancários, além de uma desilusão amorosa.

Como identificar um perfil fake

Para não cair na cilada do Catfish, veja abaixo algumas dicas para descobrir se um perfil é fake:

Fique atento aos perfis de pessoas bem-sucedidas. O criminoso pode usar uma identidade virtual falsa para se passar por um estrangeiro com profissão de renome;

Procure o nome e foto da pessoa em buscadores, como o Google. Os golpistas usam imagens e informações de outros usuários, geralmente com boa aparência, para atrair as suas vítimas;

Faça uma conversa por vídeo. Essa é uma forma de descobrir se a pessoa é realmente a mesma das fotos usadas no perfil;

Sempre desconfie se a pessoa pedir dinheiro.

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing