28/04/2020

PI: réu em morte de PM em roubo à joalheria é condenado a 26 anos prisão

PM foi morto ao trocar tiros com um dos acusados /Foto: arquivo Cidadeverde.com

Um dos réus na morte do sargento da Polícia Militar do Piauí, Vidal dos Santos Carvalho, foi condenado a 26 anos, quatro meses e 24 dias de reclusão em regime fechado. Vinícius Maciel Nunes Ferreira da Silva foi considerado culpado na morte do PM durante assalto a uma joalheria no centro de Teresina. O crime ocorreu m outubro de 2018. 

A sentença é do juiz Washinton Luiz Gonçalves Correia, titular da 8ª Vara Criminal da Comarca de Teresina. 

Na decisão, o magistrado considerou que o crime foi praticado com uso de arma de fogo, em concurso de agentes (mais de uma pessoa) e com violência e grave ameaça, portanto, um crime hediondo. Vinícius Maciel foi apontado como autor do tiro que matou o PM durante o latrocínio. 

O segundo réu identificado Raimundo Nonato da Silva Filho, primo de Vinicius, foi absolvido por insuficiencia de provas para a condenação do réu. O próprio Vinicius confessou que praticou o crime na companhia de um comparsa, mas que esse não se tratava do primo. 

O sargento da PM tinha 48 anos e morreu ao tentar impedir o assalto à joalheria. Ele morreu dias após a internação.

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing