12/03/2020

Polícia Civil conclui inquérito e confirma que ex-mulher foi estuprada por cantor

Resultado de imagem para estupro
Imagem ilustrativa

A Polícia Civil de Amarante concluiu esta semana o inquérito relativo aos crimes de lesão corporal e estupro praticados pelo ex-cantor de Amarante, de 29 anos. O crime teria sido cometido contra a ex-companheira de cerca de 30 anos, no dia 27 de janeiro, no bairro Novo Amarante. As informações são do Somos Notícia

De acordo o delegado Otony Nogueira Neto, ele teria praticado o crime porque não aceitava o fim do relacionamento. Após o delito, o acusado empreendeu fuga, tornando-se foragido da Justiça.

“Ele compareceu posteriormente com um advogado assumindo a lesão corporal e negando o estupro. Investiguei e ouvi a vítima para que ela confirmasse, e ela confirmou. Para provar, eu fui atrás do exame, e logo tive a comprovação de que estupro foi praticado. Houve conjunção carnal e eu estou provando no inquérito que havia presença de espermatozóide na vítima”, disse Otony em entrevista ao Somos Notícia. 

As ameaças de agressão e o estupro aconteceram, segundo a polícia, em um matagal próximo ao bairro Novo Amarante. “Após as ameaças, ele levou a vítima para casa onde ele fez o ato e deixou a mulher sob a ameaça dele, que logo conseguiu fugir, mas foi perseguido pela Força Tática”, explicou.

O homem teria dito também em depoimento à polícia que praticou o crime em um momento de raiva porque ela não aceitava mais reatar o relacionamento com ele, pois já tinha outra pessoa.

“Após o ocorrido, no final de janeiro, ele ficou falando em rede social que as acusações contra ele eram fake news. Mas ele mesmo fez alvoroço dizendo que o exame do estupro deu negativo”, completou.

Após o crime, o suspeito teria praticado uma tentativa de homicidio no dia 03 de março, atingindo a ex-companheira com três perfurações de faca no bairro Novo Amarante, quebrando a medida protetiva que havia sido expedida em favor da vítima. O inquérito está em andamento

“Após esse segundo episódio, trouxeram ele amarrado para a Delegacia de Polícia, e ele se desamarrou e saiu. Ou seja, nós não recebemos o preso porque não há nenhum recibo oficializando a entrega dele à Polícia Civil. Após a fuga, ele reapareceu dizendo que ia se entregar, mas foi capturado pela Polícia Militar de Amarante”, finalizou o delegado.

O homem foi encaminhado para a Delegacia Regional de Água Branca, de onde foi levado na última sexta-feira (06/03) para a penitenciaria Vereda Grande, em Floriano.

Via 180Graus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing