18/03/2020

Piauí não faz testagem rápida para o coronavírus, mas reforça exames no Lacen

Foto: Ascom/Saúde

O Piauí não faz ainda a testagem rápida para coronavírus, mas reforçou os exames no Laboratório Central (Lacen).

O Ministério da Saúde está liberando testagem rápida apenas para pacientes em estado grave. Segundo laboratório privado, a tecnologia é capaz de aumentar a velocidade de detecção em até dez vezes em comparação ao teste comum.

Devido a correria para exames, reduziu o estoque de kits no laboratório Central. O governo garantiu nesta quarta-feira (18) que vai receber dois mil kits para os exames de coronavírus.

O Comitê de Ações Emergenciais para o Coronavírus faz apelo para que as pessoas não busquem de forma desenfreada por exames para o coronavírus. Os testes serão realizados apenas em casos suspeitos no estado.

Veja esclarecimento da Sesapi:

O Laboratório Central do Piauí ( Lacen), como único laboratório de saúde pública do estado, está responsável pelo diagnóstico do Painel Respiratório (Influenza-A, Influenza-B, Metapneumo, Sincincial Respiratório, Parainfluenza 1,2 e 3 e Adenovírus) e o envio de amostras de casos suspeitos coronavírus, para centro de referência Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. 

Estão sendo enviados para o Instituto Adolfo Lutz somente os casos negativos para o Painel Respiratório, conforme recomendação do Ministério da Saúde. 

O Lacen informa sua capacidade operacional para os testes que vem realizando, tanto para a rede pública, como privada. Ainda comunica que receberá do Ministério da Saúde kits para testagem do coronavírus e que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) vai ampliar o estoque de kits, além do limite garantido pelo Ministério, bem como a compra de equipamentos para agilizar a realização dos exames.

Flash Yala Sena (Com informações da Sesapi)
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing